Paraná

Governador dá posse ao Conselho Empresarial e de Infraestrutura

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Governador dá posse ao Conselho Empresarial e de Infraestrutura
fonte: Divulgação
Governador dá posse ao Conselho Empresarial e de Infraestrutura

Pensar o Paraná para os próximos 30 anos, criando linhas estratégicas de desenvolvimento com foco na modernização do Estado, geração de riquezas, justiça social e ampliação do bem-estar da população. Esse é o objetivo do Conselho de Desenvolvimento Empresarial e de Infraestrutura do Paraná, formalmente empossado nesta quinta-feira (16) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior em cerimônia por videoconferência.

continua após publicidade

Criado por meio de decreto estadual em dezembro do ano passado, o grupo de trabalho se reuniu pela primeira vez para a posse dos 39 conselheiros. Os integrantes estão divididos entre agentes do Governo e do setor produtivo, dos mais diversos segmentos e de todas as regiões do Paraná.

A intenção, explicou Ratinho Junior, é que o Conselho se encontre mensalmente, sempre com uma pauta pré-definida relacionada a temas macros do Estado. Ele destacou que a formalização do órgão atrasou devido à pandemia do novo coronavírus. A expectativa agora, disse, é que a primeira reunião de trabalho ocorra já em agosto.

continua após publicidade

“A ideia primordial será planejar o futuro do Paraná, marcar um compromisso com o Estado. Um grupo especializado para pensar e deixar um legado de desenvolvimento para as futuras gerações”, ressaltou o governador. “É um conselho com independência, formado por bons paranaenses. Pessoas ligadas e que querem o bem do Paraná e não de um governo”, completou.

INSPIRAÇÃO – Ratinho Junior contou que a ideia de criar um grande conselho estadual para pensar o Paraná nasceu de uma experiência bem-sucedida aplicada na Região Noroeste. Criado há 25 anos, o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM) foi responsável por planejar, antecipar problemas e ajudar a transformar a cidade em uma das principais do Estado e do País.

“Essa união com a sociedade civil organizada transformou Maringá. É essa união de esforços que queremos aplicar também no desenvolvimento do Paraná”, disse.

continua após publicidade

GARGALOS – Um dos idealizadores do projeto, o vice-governador Darci Piana vai acumular a coordenação do grupo com a secretaria-executiva do órgão. Segundo ele, a intenção é identificar as principais demandas e apontar soluções para gargalos diversas áreas, como infraestrutura, logística, social e cultural do Estado. 

“Vamos ouvir, conversar e construir juntos. Um grupo de ajuda permanente, com planejamento de médio e longo prazo, para organizar o Paraná”, afirmou. “Queremos pensar um Estado em que todos ganhem. Ser um instrumento de governança dinâmico e eficiente”, acrescentou Jefferson Nogarolli, representante da Região Noroeste e o outro secretário-executivo do grupo.

DESTAQUES - A iniciativa de se criar um fórum permanente de discussão e planejamento do Estado recebeu elogios de diversos segmentos do setor produtivo. Presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken disse que a medida reforça a intenção do Governo do Estado em ser parceiro da sociedade civil organizada no desenvolvimento do Paraná.

“A criação do Conselho demonstra desprendimento, senso democrático e a intenção em pensar no Paraná em primeiro lugar”, afirmou. “Nós, do setor empresarial, nos sentimos felizes e assumimos essa responsabilidade de ajudar a criar o mapa estratégico do Paraná”, acrescentou Ricken.