Governador autoriza início de obras em 13 ruas de Fazenda Rio Grande - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Desenvolvimento Urbano

Governador autoriza início de obras em 13 ruas de Fazenda Rio Grande

Foto por Agência de Notícias do Paraná
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta sexta-feira (14) a ordem de serviço para o início da pavimentação asfáltica de 13 ruas do Jardim Morumbi, no bairro Estados, em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. O Jardim Morumbi tem 5 mil moradores.

O investimento de R$ 3,8 milhões foi viabilizado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas através do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM).  A obra completa engloba pavimentação asfáltica, serviços de terraplanagem, galerias pluviais, meio-fio, calçadas, sinalização vertical e horizontal, iluminação e serviços de urbanização. As intervenções acontecerão em uma área de 19 mil metros quadrados e devem ser concluídas ainda em 2020.

“Fazenda Rio Grande é um município muito importante para o Estado, um dos que mais cresceram nos últimos anos. Estamos ajudando a levar infraestrutura para os bairros populosos e que não tinham pavimento, calçadas ou galerias pluviais, que contavam com ruas muito precárias”, destacou o governador. “Essa reorganização é muito importante em termos de acessibilidade, mas também pela valorização imobiliária. As pessoas ganham em qualidade de vida e têm seu patrimônio mais valorizado”.

PIONEIRA - A ocupação na área do Jardim Morumbi começou em meados dos anos 1990 e logo em seguida uma imobiliária regularizou alguns terrenos. Já nos anos 2000 a prefeitura cadastrou todos os moradores e fez a regularização dos imóveis, inclusive com um acordo com a imobiliária para não retirar os moradores do local.

Quem conhece essa história do primeiro barracão em lona até o anúncio do asfalto é Clélia da Silva Guimarães, 52, que mora nesse local há 28 anos. Ela é uma das pioneiras do Morumbi. A dona de casa é de Paranavaí e personagem desse ciclo de migração interna no Paraná, dos municípios do Norte e Noroeste para a Região Metropolitana de Curitiba. Seus quatro filhos, 16 netos e dois bisnetos nasceram nesse pedaço de terra.

“A gente chegou aqui e era só mato e barro, não tinha casa, morei embaixo de um barraco de lona. Criei meus filhos e meus netos aqui. Aos poucos o bairro foi crescendo, ganhando mais casas, e sempre esperamos pelo asfalto, é um pedido de anos, desde que me mudei”, disse Clélia.

Segundo ela, uma das maiores conquistas é o fim das enxurradas dentro das casas. “A minha é uma delas. Quando a obra estiver pronta vou poder dormir tranquila. O asfalto muda tudo, muda a valorização do imóvel, muda o bairro”.

PACOTE - O prefeito Márcio Wozniak explicou que esse investimento é parte de um pacote de R$ 21,3 milhões aportados pelo Estado em pavimentação urbana em Fazenda Rio Grande. “Esses moradores chegaram aqui há 25 ou 30 anos e finalmente terão pavimentação. Era uma área sem estrutura alguma. Trouxemos posto de saúde, o asfalto da Rua Curitiba que dá acesso ao bairro, uma escola municipal com ginásio reformado e agora essas pavimentações que completam a revitalização do Jardim Morumbi”, afirmou.

Ele também disse que esse novo capítulo encerra o estigma de bairro periférico. “Dona Clélia é uma dessas histórias de busca por oportunidade. Fazenda Rio Grande é um berço dos paranaenses, recebemos muitas pessoas de outras cidades e elas são bem-vindas. No passado fizemos um grande mutirão para identificar os moradores e agora, com a pavimentação, encerramos aquelas notícias de violência e de falta de acesso. Hoje é um bairro alegre”, acrescentou o prefeito.

FIM DO POEIRÃO - Jairo Pereira dos Santos, 49, pintor de carro, mora no Jardim Morumbi desde 2001. Ele disse que o asfalto novo é “motivo para uma festa”. “O povo aqui pedia bastante esse asfalto. Era um poeirão. Tivemos um reforço na segurança nos últimos anos e agora os nossos imóveis serão ainda mais valorizados. É uma felicidade, merece uma festa para comemorar”, comentou.

DESENVOLVIMENTO URBANO - Segundo João Carlos Ortega, secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, essa pavimentação é parte de um programa do Governo do Estado de transformação das cidades paranaenses. Entre janeiro de 2019 e junho deste ano a pasta investiu R$ 1,094 bilhão em 1,4 mil quilômetros de pavimentação urbana em 388 municípios, entre financiamentos e recursos próprios do Estado.

“Estamos tirando as famílias da terra, do pó, da lama. O Paraná é o único e da federação com esse sistema de financiamento e, pela sua capacidade financeira, disponibiliza muitas obras a fundo perdido”, explicou Ortega. “Quase 80% das nossas obras são de pavimentação. Elas melhoram a vida das pessoas, tem impacto direto no dia a dia dos municípios”.

O secretário também frisou que Fazenda Rio Grande será pioneira ao implementar uma rua de concreto, que garante mais durabilidade para a revitalização. A pavimentação da Rua Matinhos inclui serviços preliminares, terraplenagem, serviços de urbanização, sinalização de trânsito, drenagem e ensaios tecnológicos.

As prefeituras terão acesso a mais de R$ 600 milhões (US$ 118,3 milhões) para investir em melhorias urbanas, incluindo pavimentação, nos próximos quatro anos. Os recursos foram obtidos por empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). As intervenções do pacote chamado Paraná Urbano III estão divididas em dois núcleos: o primeiro, de US$ 11 milhões, é para modernização das gestões municipais; o segundo, de US$ 107 milhões, é para infraestrutura básica nos municípios.

PRESENÇAS – Estiveram presentes na assinatura o deputado federal Paulo Martins; os vereadores Gilmar Petry, Policial Batista, Rafael Campaner e Dudu Santos; além de secretários municipais.

BoxFazenda Rio Grande terá escola do futuroA poucos metros de distância do Jardim Morumbi será erguida uma Escola do Futuro. Esse novo projeto do Governo do Estado trará ao espaço um alto grau de modernidade e conectividade, com laboratórios de Educação Profissional, de Biologia, Física, Química e Informática, além de espaços makers e de robótica, salas de projetos, teatro, biblioteca e quadras poliesportivas. A escola terá painéis solares, sistema sustentável de iluminação e ventilação, além de cisternas para armazenamento de água da chuva.

O objetivo do projeto, que conta com financiamento parcial do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), é preparar os estudantes da rede pública estadual para a sociedade e o mundo do trabalho do século XXI. Ela terá um novo modelo pedagógico, com a inserção de tecnologias educacionais de ponta no currículo. É uma ação que pode trazer mais de R$ 400 milhões para o Paraná construir cinco novas escolas e modernizar outras 150 instituições de ensino.

Das cinco novas, três delas já contam com locais definidos: Fazenda Rio Grande, Cascavel e Ponta Grossa. Elas poderão receber de 2 a 2,5 mil estudantes.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Governador autoriza início de obras em 13 ruas de Fazenda Rio Grande"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.