Gaeco investiga funcionamento de estande de tiro clandestino em Foz - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Justiça

Gaeco investiga funcionamento de estande de tiro clandestino em Foz

Foto por Lázaro Thor Borges
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Nesta segunda-feira, 14 de setembro, o Núcleo de Foz do Iguaçu do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, deflagrou a Operação Tiro Certo, que investiga o funcionamento de um estande de tiro clandestino e os crimes de comércio ilegal de munições, posse e porte ilegal de armas de fogo e munições. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em residências ligadas a um agente penitenciário e a um policial militar – pai e filho, respectivamente.

Durante as diligências, foram apreendidos diversos equipamentos e insumos destinados à fabricação clandestina de munições, bem como grande quantidade de munições e outros objetos ilícitos, os quais ainda não foram quantificados, em razão do grande volume. Nesta ação, o Gaeco recebeu apoio da Polícia Militar, do Instituto de Criminalística e do Exército Brasileiro. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Foz do Iguaçu.

Deixe seu comentário sobre: "Gaeco investiga funcionamento de estande de tiro clandestino em Foz"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.