Paraná

Gaeco confisca pousada de luxo em ação contra sonegação de impostos

Uma operação do Gaeco mirou sonegadores de impostos no PR e AM. Foram apreendidos R$ 300 mil, além do bloqueio de bens de R$ 6 milhões

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A Operação Taregas ocorreu nesta semana no Paraná e Amazonas
fonte: Ministério Público
A Operação Taregas ocorreu nesta semana no Paraná e Amazonas

O Ministério Público do Paraná (MP-PR), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), realizou a Operação Taregas, que vai contra a prática de sonegação de impostos e outros crimes. 

continua após publicidade

De acordo com o MP-PR, a ação ocorreu na última terça-feira (5) e resultou com uma pousada de luxo confiscada. A operação aconteceu no Paraná e no Amazonas. 

As investigações apontaram que um empresário utilizava empresas de fachada para sonegar tributos. Para a realização do crime, o homem contou com o apoio de um outro empresário, usado como laranja. 

continua após publicidade

Parte do dinheiro foi usada para comprar e reformar uma pousada que fica em Presidente Figueiredo, no Amazonas, segundo o Ministério Público. O empreendimento foi confiscado pela Justiça.

Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas casas dos investigados, em Curitiba. Um dos empresários foi preso por porte de arma e munição sem registro.

Foram apreendidos também R$ 302.565 em espécie, além de US$ 2.369 e € 500. Em uma das casas, o dinheiro estava escondido no suporte de luz de um banheiro. As ordens de busca e apreensão, o bloqueio de bens e o sequestro da empresa no Amazonas foram expedidas pelo Juízo da 3ª Vara Criminal da capital.

continua após publicidade

O empresário suspeito de comandar o esquema já tinha sido preso em setembro de 2020 e março de 2021, sendo liberado por decisão da Justiça. O MP-PR disse que ele continuou cometendo os crimes.

As investigações apontam que pelo menos 57 empresas participam do esquema de sonegação em vários estados. Conforme o Gaeco, as organizações são do setor de reciclagem de metal e sonegam principalmente o Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

 O MP mirou sonegadores de impostos fonte: Ministério Público
O MP mirou sonegadores de impostos
GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News