Floresce Paraná celebra o voluntariado com mudas de manacá-da-serra - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Paraná

Floresce Paraná celebra o voluntariado com mudas de manacá-da-serra

Foto por Agência de Notícias do Paraná
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou nesta sexta-feira (28) da campanha Floresce Paraná, em comemoração ao Dia Nacional do Voluntariado. A iniciativa, liderada pela primeira-dama e presidente do Conselho de Ação Solidária do Paraná, Luciana Saito Massa, distribuiu 85 mudas de manacá-da-serra para representantes da administração pública direta e indireta do Estado.

O governador, a primeira-dama e o filho mais novo do casal plantaram as árvores no jardim do Palácio Iguaçu. “É uma mobilização que busca conscientizar as pessoas para a importância do voluntariado. De se ter generosidade para ajudar quem mais precisa”, afirmou o governador. “E ainda colabora para deixar o Paraná mais verde, mais florido. Ou seja, uma ação que impacta diretamente no meio ambiente”, completou.

Luciana Massa explicou que o ato simbólico de plantar a “árvore da vida” tem por objetivo conscientizar a população sobre a importância de fazer renascer a esperança para colher os sentimentos de bondade, amor e cuidado para com o próximo. “É um ato de amor ao próximo, plantar uma muda para levar esperança de um futuro melhor. Queremos plantar e semear a importância do voluntariado em todo o Paraná”, disse Luciana.

SÍMBOLO - Ela destacou que o manacá-da-serra foi escolhido por ser a árvore símbolo de generosidade e amor incondicional. A árvore tem por característica a mudança na cor das flores, desde o branco, passam pelo rosa e depois ficam roxas. “A pandemia provou que não somos nada sozinhos. Todo trabalho voluntário é feito com muito amor, dedicação e empatia. Precisamos sempre fortalecer essa rede tão valiosa de ajuda mútua”, ressaltou a primeira-dama.

MAIS VERDE – Secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes lembrou que a campanha também integra ações do Governo do Estado que buscam recuperar a vegetação paranaense. “O Paraná é o estado que mais produz e distribui árvores nativas do Brasil, com foco na preservação e recuperação de áreas degradadas. Por isso somos também quem mais cuida, fiscaliza e recupera o meio ambiente”, afirmou.

Nunes destacou, ainda, que a secretaria coloca à disposição da população 20 viveiros com os mais diversos tipos de mudas, espalhados por todas as regiões do Paraná. A ideia, reforçou, é criar uma teia de solidariedade para deixar o Paraná mais verde. “Basta o cidadão entrar no site do Instituto Água e Terra, preencher um cadastro e ir até um desses viveiros apanhar a muda de uma forma totalmente gratuita”, explicou.

O site do Instituto Água e Terra (IAT) é o http://www.iat.pr.gov.br/.

SECRETÁRIOS – O secretário da Saúde, Beto Preto, participou da campanha e plantou um manacá-da-serra foi plantada nas dependências da secretaria. “É um gesto carregado de simbolismo, e deixamos aqui na Secretaria da Saúde também o registro e a nossa participação”, disse ele.

O secretário do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega, e o superintendente executivo do Serviço Social Autônomo (Paranacidade, vinculado ao órgão), Álvaro José Cabrini Junior, também aderiram  Floresce Paraná. “O Dia Nacional do Voluntariado aponta para o incentivo de se fazer parte de projetos voluntários de apoio a pessoas em qualquer situação de necessidade”, comentou Ortega.

Deixe seu comentário sobre: "Floresce Paraná celebra o voluntariado com mudas de manacá-da-serra"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.