Paraná

Fim do mistério: entenda o motivo da casa que estaria jorrando sangue

Um caso está chamando a atenção de moradores de Cambé; entenda

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Vídeos que viralizaram nas redes sociais, mostram paredes e móveis do interior de uma residência “jorrando sangue”
fonte: Reprodução
Vídeos que viralizaram nas redes sociais, mostram paredes e móveis do interior de uma residência “jorrando sangue”

Um caso está chamando a atenção de moradores de Cambé, no norte do Paraná. Vídeos que viralizaram nas redes sociais, mostram paredes e móveis do interior de uma residência “jorrando sangue” enquanto um idoso, que mora na casa, caminha pelos cômodos. Veja o vídeo abaixo. 

continua após publicidade

No entanto, embora a situação esteja gerando mistério na cidade e assustando internautas, de acordo com a filha do homem, que aparece nos vídeos, o caso trata-se apenas um mal entendido. Segundo ela, o idoso sofreu um corte em uma veia da pele. Com isso, quando ele passa pelos cômodos o ferimento esguicha sangue.

A mulher não informou quem fez o vídeo e conta que está com medo da repercussão. Ela afirma que vai procurar auxílio médico para o pai. As imagens mostram que há muito sangue no local.

continua após publicidade

Mesmo assim, a Polícia Civil foi chamada para verificar o caso. Após a divulgação das imagens, várias pessoas começaram a se reunir em frente ao imóvel. A vizinhança também disse até um padre exorcista deve visitar a casa.

Entenda o caso: Casa jorra sangue das paredes e assusta moradores no Paraná

Moradores do município de Cambé, na região metropolitana de Londrina, no norte do Paraná, registraram um acontecimento misterioso na residência em que vivem e chocaram a internet. A Polícia Civil do Paraná (PCPR) irá investigar o caso anormal. A família registrou em um vídeo, um líquido vermelho que jorra das paredes e móveis de vários cômodos da casa. Veja a gravação no vídeo abaixo. 

continua após publicidade

Conforme as imagens feitas pelos moradores, o líquido, que se assemelha a sangue, escorre de paredes, portas e outros móveis. Para investigação, um exame foi realizado em um laboratório particular e comprovou que o material é sangue do tipo O positivo. Veja:     null - Vídeo por: Reprodução

Com informações, Tem Londrina

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News