Paraná

Família de idosa intubada desabafa por meio de carta: "imprudência do povo"

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Família de idosa intubada desabafa por meio de carta: "imprudência do povo"
fonte: Arquivo pessoal
Família de idosa intubada desabafa por meio de carta: "imprudência do povo"

Neste domingo (13), uma idosa, de 85 anos, carinhosamente chamada de vó Zita, foi intubada por conta de complicações causadas pela Covid-19. A senhora contraiu o vírus quando aguardava por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em Curitiba, por ter outras comorbidades, como a diabetes. 

continua após publicidade

A família de vó Zita fez um desabafo em uma carta aberta, onde disseram que as pessoas relaxaram nas medidas de distanciamento social e lotaram bares, shoppings e outras atividades, encaminhando o sistema de saúde ao colapso. 

“Há quatro semanas começou seu martírio no sistema de saúde. Nas duas primeiras, por suas comorbidades. Buscava vaga para tratar dos seus problemas de saúde de sempre: coração, pulmão, diabetes e rins. O que prejudicou a saúde dela foi que não havia UTI disponível. Sabe o motivo? A COVID-19, que seguia fazendo novas vítimas e lotando os hospitais. Vó Zita sofreu. Levou dias e dias até conseguir uma vaga de UTI e não foi por falta de boa vontade dos médicos, pelo contrário, foi por falta de prudência do povo”, começa a carta.

continua após publicidade

A família faz criticas a falta de bom senso das pessoas que insistiram em aglomerar e contribuir com o avanço da doença. “Bares cheios, Largo da Ordem cheio, festas de aniversários em casa e escolas recebendo crianças para ‘tardes de recreação’. Vida normal, tudo normal. Vó Zita hoje, 13 de dezembro de 2020, está entubada. Entre idas e vindas de corredores de hospital, foi contaminada. Ela poderia ter ficado quietinha. Medicada no primeiro leito que acolheria um idoso em dias normais. Mas Não! Ela sofreu! Ela peregrinou! E mais tarde entubou”, relata a família.

 “Vó Zita. Mãe, avó, bisavó. Foi sacrificada ao extremo. Pelos jovens que escolhem lotar festas clandestinas. Por aqueles que optam por lotar restaurantes, bares e shoppings, fazendo da vida uma roleta russa. Você, que feriu toda e qualquer regra de uma quarentena. Desejamos que ninguém da sua família sofra o que a Vó Zita sofreu e está sofrendo. Entubada. Desligada da vida para sobreviver, após passar três semanas indo e vindo de corredores e leitos de hospitais, lotados devido á pandemia”, continua a carta.

Para finalizar, a carta traz um desabafo da família. “Nós desejamos que a COVID não alcance os seus. Desejamos sua saúde e dos seus, para que você possa olhar para o lado e ver o quanto essa doença é maligna e está matando gente muito próxima de você. Vó Zita segue entubada! Segue lutando. Enquanto você, segue festando e negando!”, concluiu a família.

Com informações; Banda B.