Paraná

Família alega que recém-nascido sofreu queimaduras em teste do pezinho

A família de um bebê recém-nascido alega que a criança foi ferida durante o teste do pezinho, no Hospital do Trabalhador, em Curitiba

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
A Sesa, responsável pela administração do Hospital do Trabalhador, informou que está averiguando o caso
fonte: Reprodução/RPC
A Sesa, responsável pela administração do Hospital do Trabalhador, informou que está averiguando o caso

A família de um bebê recém-nascido alega que a criança sofreu uma queimadura ao realizar o teste do pezinho no Hospital do Trabalhador, em Curitiba, Paraná.

continua após publicidade

De acordo com o pai do menino, Rodrigo Correia, logo após que o filho sofreu o ferimento, ele foi, nessa segunda-feira (20), para o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), fazer uma denúncia. 

A avó da vítima, Scheila Vanessa, informou que, depois que fez o teste, o neto, que tem apenas dois dias de vida, não parou de chorar.  “Até então ele não tinha chorado daquela forma, um bebê calminho nos dias anteriores", contou.

continua após publicidade

O neto recebeu alta, mas continuou chorando ao chegar em casa. A avó descobriu que o pé direito do bebê estava queimado e com bolhas.  

 Assim que a família notou o ferimento no pé da criança, retornou ao hospital para obter uma explicação fonte: Arquivo da família
Assim que a família notou o ferimento no pé da criança, retornou ao hospital para obter uma explicação

Ao notar o ferimento, a família retornou ao hospital, onde o bebê foi examinado e, no dia seguinte, levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal. 

Caso é investigado

continua após publicidade

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que está averiguando o caso. A Sesa é responsável pela administração do Hospital do Trabalhador. 

A Polícia Civil informou que apura o fato, mas, a princípio, será lavrado um Termo Circunstanciado, pois, por ter sido lesão corporal, não cabe inquérito policial. Testemunhas foram ouvidas.

Procedimento

continua após publicidade

O pai contou que, embora estivessem no quarto na hora do teste, ele e a mãe não viram como a enfermeira fez o procedimento. O pai afirma, no entanto, que ela chegou ao quarto carregando um copo com água quente.

De acordo com o médico pediatra Washington Luiz Bittencourt, o sangue do bebê deve ser coletado pelo calcanhar para a realização do teste.

continua após publicidade

Os especialistas afirmam ainda que o exame é pouco invasivo e pouco doloroso. Em dias frios, o profissional de enfermagem aquece o pé do recém-nascido para garantir uma coleta mais rápida e segura. A massagem é o jeito mais comum.

Depois disso, os enfermeiros geralmente fazem uma compressa morna, por cima da meia da criança.

A família do bebê afirma que não tem conseguido informações sobre o que realmente aconteceu.

Com informações do g1.

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News