Paraná

Estátua de cera de Moro está de 'castigo' em museu do Paraná

Decepcionado, o artista Arlindo Armacollo condenou a obra feita em homenagem ao ex-juiz

Da Redação ·

Uma estátua de cera do ex-juiz Sergio Moro está de 'castigo' no almoxarifado do Museu de Cera de Rolândia, no norte do Paraná. Seu criador, o artista plástico Arlindo Armacollo, que viralizou em 2021 na internet por conta de suas obras, exilou o objeto feito em homenagem ao pré-candidato do Podemos ao Planalto, a ficar sob um pano, longe da exibição das outras estátuas.

continua após publicidade

O exílio forçado de Moro, que também é paranaense e natural de Maringá, foi revelado durante o podcast 'Além do Meme', comandado pelo jornalista Chico Felitti, no Spotify. Ele conta que a estátua de Moro estava trancada em uma sala, que ficava dentro de outra sala, embaixo de um pano branco e atrás de um armário. 

O motivo pelo qual o artista castigou sua criação foi a decepção com a entrada do ex-juiz  no governo Bolsonaro e a “má gestão” feita enquanto era ministro da Justiça. Em janeiro de 2021, o artista virou meme e viralizou pela internet devido às suas criações não serem tão parecidas com os homenageados. 

continua após publicidade

Veja o post no Twitter do jornalista Chico Felitti sobre o 'castigo' de Moro: