Estado retoma obra do Centro de Educação Profissional de Ibiporã - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Educação

Estado retoma obra do Centro de Educação Profissional de Ibiporã

Foto por Gilson Abreu
Escrito por AEN
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Após um longo período de paralisação,  cerca de seis anos, o Governo do Paraná  vai retomar a obra do Centro Estadual de Educação Profissional de Ibiporã  (CEEP-Ibiporã), na Região Norte. A recuperação da construção atende a uma determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, que visitou o local nesta quinta-feira (24) e assinou a ordem de serviço que permite a retomada imediata da obra.

O centro de educação estava abandonado desde o fim de 2014 em função das investigações da Operação Quadro Negro, que apura irregularidades em construções de escolas.

O investimento do Estado nesta nova fase é de R$ 7,13 milhões, com prazo de conclusão estimado para o segundo semestre de 2021. “Educação é prioridade e trabalhamos para fazer do Paraná o estado com a melhor educação do Brasil", ressaltou Ratinho Junior.

O governador afirmou que desde que assumiu o Governo do Estado, no início de 2019, cobrou da equipe a finalização de todas as obras que estavam paradas. A determinação, disse ele, é para entregá-las o mais rápido possível à população paranaense. “O Paraná não admite obra inacabada, ainda mais obra inacabada por motivo de corrupção. Essa escola agora será entregue para os estudantes, professores, familiares, para a comunidade do Norte do Paraná”, afirmou.

O CEEP-Ibiporã terá capacidade para atender cerca de 1.200 estudantes, ofertando os cursos de Eletrônica, Manutenção Automotiva, Edificações, Segurança do Trabalho e Química. 

Na solenidade, Ratinho Junior falou sobre os avanços conquistados pela educação do Paraná e lembrou que o Estado alcançou a quarta melhor nota do ensino médio entre as redes estaduais do Brasil, segundo dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Em 2017, o Estado ocupava a sétima posição.

O IDEB é realizado a cada dois anos e na edição atual, que mostra resultados da avaliação feita em 2019, o Paraná conseguiu um fato histórico: obteve o maior crescimento de nota no ensino médio - subiu 0,7, saindo de 3,7 para 4,4 pontos. É a maior evolução desde 2005. Se somadas as notas de escolas federais e privadas, o Paraná aparece em terceiro no ranking nacional. “É motivo de muita alegria. Seja com a retomada desta escola ou com o resultado do IDEB. Bons motivos para comemorar”, disse Ratinho Junior.

ESTRUTURA –  O CEEP Ibiporã terá estrutura ampla e moderna, com área total de 6.495,56 metros quadrados. São 12 salas de aula, 10 laboratórios, cozinha, refeitório, auditório, biblioteca, ginásio de esportes e bloco administrativo. O terreno foi doado pela prefeitura municipal.

“Essa retomada significa o uso correto do dinheiro público. O conceito do Governo do Estado é usar o recurso de forma correta. E a Fundepar se preocupa em dar toda a estrutura física para os estudantes”, afirmou o diretor-presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar), Alessandro Oliveira. O órgão é responsável por gerenciar as obras na rede estadual de ensino.

A intenção, destacou Ratinho Junior, é contribuir para a qualificação profissional dos jovens, preparando-os para inserção no mercado de trabalho, com atenção especial para atender os arranjos produtivos locais. “É um ambiente saudável e organizado para receber nossos alunos. Uma estrutura moderna de capacitação técnica", disse o governador.

COMUNIDADE – A retomada da obra, com previsão de conclusão para o ano que vem, é motivo de alento para os moradores de Ibiporã. O auxiliar de mecânico Fábio Foschiani Sawada é vizinho do complexo escolar. Além de representar uma grande opção de ensino com foco profissionalizante na cidade, ele contou que a sequência da construção dará mais segurança para os vizinhos da escola.

“Sempre tem bagunça, som alto, gente tomando bebida, incomoda todo mundo aqui. Sem contar que a paralisação significa dinheiro público desperdiçado”, afirmou. “Pessoal roubou muita coisa da obra, é uma bagunça só. No sábado de madrugada ninguém dorme aqui”, completou a dona de casa Tereza de Fátima Crespim, há mais de 40 anos morando na região.

RETOMADA – O CEEP-Ibiporã é uma das últimas obras a serem retomadas pelo Estado em decorrência da operação Quadro Negro, que apontou desvios de recursos na construção de prédios escolares. O investimento total é superior a R$ 18 milhões.

Por determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, a Fundepar tem atuado para encerrar um capítulo na educação do Paraná. O Ministério Público apontou o desvio de recursos na construção de escolas no Estado em 2014. As últimas obras foram retomadas neste ano.

INVESTIMENTO – Em todo o Estado, o Instituto Fundepar investe mais de R$ 100 milhões em 156 obras escolares. São construções de novas unidades escolares, ampliações de espaços, reparos e de restauração. Com isso, cerca de 1,4 mil empregos diretos foram mantidos nos canteiros de obras.

PRESENÇAS – Acompanharam a visita o secretário da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; o diretor-geral do DER-PR, Fernando Furiatti; a coordenadora do núcleo regional da Casa Civil de Londrina, Sandra Moya;  o deputado estadual  Cobra Repórter; além de lideranças políticas da região.

BOX

Relação das escolas que tiveram obras retomadas

CE Distrito de Joá – Joaquim Távora – concluída –  R$ 22 mil

CE Amâncio Moro – Curitiba – concluída – R$ 360 mil

EE Doracy Cezarino – Curitiba – concluída – R$ 110 mil

CE Arcângelo Nandi – Santa Terezinha do Itaipu – concluída – R$ 3,5 milhões

CEEP Lysimaco Ferreira da Costa – Rio Negro – concluída – R$ 4,3 milhões

CE Pedro Carli – Guarapuava – concluída – R$ 3,5 milhões (nova unidade)

CE Professora Leni Marlene Jacob – Guarapuava - concluída – R$ 3,3 milhões (unidade nova)

CE Prof Linda Bacila – Ponta Grossa – concluída – R$ 1,7 milhão

CE Bandeirantes – Campina Grande do Sul – concluída – R$ 4,2 milhões (unidade nova)

CEEP Campo Largo – Campo Largo – em andamento – R$ 5,3 milhões (unidade nova)

CE William Madi – Cornélio Procópio – em andamento – R$ 3,8 milhões (unidade nova)

CE Francisco Pires Machado – Ponta Grossa – em andamento – R$ 1,8 milhão (unidade nova)

CE Tancredo Neves – Coronel Vivida – em fase de conclusão – R$ 3,8 milhões (unidade nova)

CE Ribeirão Grande – Campina Grande do Sul – em fase de conclusão – R$ 4,2 milhões – prefeitura é responsável pela obra (unidade nova).

Deixe seu comentário sobre: "Estado retoma obra do Centro de Educação Profissional de Ibiporã"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.