Paraná

Em seus últimos dias de vida, mulher realiza sonho de casamento

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Em seus últimos dias de vida, mulher realiza sonho de casamento
fonte: Divulgação/ Kátia Luz Fotografia
Em seus últimos dias de vida, mulher realiza sonho de casamento

Em seus últimos dias de vida, Adarlele Andrade, de 26 anos, conseguiu realizar um sonho. A mulher lutava contra um câncer desde 2018. Vestida de noiva, Adarlele se casou com Ruan Pablo de Lara, de 28 anos, acompanhados de familiares e amigos. Segundo informações, o casamento aconteceu no dia 6 de fevereiro, em União da Vitória, no Paraná.

continua após publicidade

Ruan e Adarlele começaram um relacionamento no ano passado e, após alguns meses, decidiram se casar. Porém, por conta da pandemia do novo coronavírus, não foi possível concretizar o sonho de imediato. 

Em dezembro de 2020, o casal teve a notícia de que o tratamento contra o câncer da noiva continuaria, entretanto de forma paliativa. Por conta disto, ambos decidiram apressar os preparativos para o casamento antes que a doença piorasse. Adarlele sofria de Sarcoma de Ewing, um tipo de câncer que atinge os ossos. 

continua após publicidade

“Ruan entrou na vida dela já sabendo de todos os desafios por causa do tratamento. Mesmo assim, enfrentou o relacionamento. O amor de ambos foi tão recíproco que em um mês começaram a namorar e marcaram o casamento. Nada foi por caridade. Todo mundo sentia que ele gostaria realmente de casar com a Adarlele. Todos sabiam que ela poderia perder a vida, mas não tão rápido”, relatou Felipe Vetterlein, marido de uma prima da mulher e padrinho de casamento. 

Conforme a situação ficava pior, a jovem tinha que tomar dez comprimidos de morfina por dia para sentir alívio nas dores ocasionadas pela doença.

Uma equipe médica do hospital que Adarlele fazia tratamento também ajudou na cerimônia. A prefeitura do município disponibilizou uma ambulância, que ficou na porta da igreja, caso houvesse alguma emergência. 

continua após publicidade

“Nas semanas que antecederam o tratamento, a Adarlele teve piora no quadro. Ela tomava comprimidos de morfina, mas não estavam fazendo tanto efeito. Já iria começar a fazer de forma injetável. Só que no dia do casamento e no dia anterior, vimos ela muito empolgada e vibrante, mesmo estando nesta condição. Estava muito feliz por estar rodeada dos amigos e família”, conta o padrinho. 

O casamento ocorreu de forma feliz e perfeita, porém, dez dias depois, a jovem morreu. De acordo com informações, quatro dias após o matrimônio, a mulher precisou ir para Curitiba onde faria uma biópsia do câncer, mas necessitou ser hospitalizada. Aderlele foi internada e acabou não resistindo. 

Segundo a família, o viúvo está muito abalado. "Era o amor da vida dele. Ela era conhecida pelo sorriso e conquistava todo mundo ao seu redor com a sua força e luta contra o câncer", conclui Felipe.

Com informações; Uol.