Mais lidas

    Paraná

    Educação

    Edital abre 806 vagas para o programa de colégios cívico-militares

    Edital abre 806 vagas para o programa de colégios cívico-militares
    Foto por Reprodução/AEN
    Escrito por Agência Estadual de Notícias do Paraná
    Publicado em 07.12.2020, 11:50:26 Editado em 07.12.2020, 11:50:30
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Policiais militares da reserva remunerada já podem consultar o edital do processo seletivo para o preenchimento de 806 vagas destinadas ao Corpo de Militares Estaduais Inativos Voluntários (CMEIV) para o programa de Colégios Cívico-Militares do Governo do Estado. As vagas são para as funções de diretor cívico-militar e monitor cívico-militar. Os requisitos para a inscrição podem ser consultados AQUI.

    Os interessados devem procurar diretamente o Setor de Pessoal (P1) das unidades da PM, nas regiões que receberão o programa, conforme o edital, e apresentar o RG (funcional), o formulário de dados biográficos (já preenchido), data da Reserva Remunerada no Diário Oficial e declaração de próprio punho de que não exerce cargo público. Depois, precisam continuar o procedimento pelos Núcleos Regionais de Ensino (NREs) no link http://www.educacao.pr.gov.br/credenciamento_diretores, para diretores, e http://www.educacao.pr.gov.br/credenciamento_diretores, para monitores.

    O programa será implantado em 199 colégios estaduais de 117 municípios paranaenses, escolhidos pela própria comunidade após consulta pública feita pelo Governo do Estado. A iniciativa envolve as secretarias estaduais da Educação e Esporte e da Segurança Pública, com a proposta de uma gestão escolar compartilhada entre militares estaduais e profissionais da educação nas séries dos ensinos Fundamental e Médio. Das 806 vagas ofertadas, 199 são para diretor Cívico Militar e 607 para monitor Cívico Militar.

    De acordo com o edital, os principais requisitos para concorrer à seleção são a manifestação expressa de vontade; aptidão de saúde física e mental; parecer favorável de investigação em vida funcional e social; não estar condenado ou denunciado por crimes de natureza militar e comum e não estar respondendo ou vir a responder a Conselho de Disciplina ou Justificação; estar com o porte de arma de fogo vigente; não se enquadrar no grupo de risco em decorrência da pandemia do Covid-19, conforme o decreto estadual nº 4230/20 e condições do artigo 2º da resolução da Secretaria da Saúde nº 1129/20.

    Depois da inscrição, os candidatos passarão pelo Exame de Aptidão Física, composto por teste de esforço, hemograma completo e PSA total (para candidatos masculinos com idade igual ou superior a 50 anos), pelo Exame de Capacidade Física, pela Investigação da Vida Funcional e Social, pela Avaliação de Vídeo e pela Entrevista e Avaliação de Plano de Gestão.

    Para concorrer à vaga de diretor Cívico-Militar, os militares estaduais deverão estar no posto/graduação entre 3º sargento e coronel. Para a função de monitor Cívico-Militar, podem se candidatar policiais militares com graduações entre soldado de 1ª Classe e subtenente. Para os dois cargos, os interessados precisam ter sido transferidos para a reserva remunerada com proventos integrais ou por compulsória (quando atingem a idade limite para o serviço ativo), ou ainda os que atingiram proventos proporcionais até 25 de setembro de 2017.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "Edital abre 806 vagas para o programa de colégios cívico-militares"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.