Paraná

Doria recebe apoio do PSDB do PR para disputar a presidência

Anúncio foi feito na manhã deste sábado (14), em Curitiba, pelo presidente da Assembleia Legislativa paranaense, Ademar Traiano.

Da Redação ·

O governador de São Paulo, João Doria, recebeu o apoio da bancada estadual do PSDB do Paraná para disputar a Presidência da República pelo partido. Anúncio foi feito na manhã deste sábado (14) pelo presidente da Assembleia Legislativa paranaense, Ademar Traiano. “O partido fechou questão e todos os deputados estarão com você, Doria, nas prévias do PSDB”, afirmou o deputado durante evento do PSDB no Hotel Bourbon, no Centro de Curitiba, com a presença de deputados, vereadores, prefeitos e lideranças.

continua após publicidade

Traiano disse ter “a convicção de que Doria é o melhor nome para mudar o Brasil”. “Capaz de implementar um programa de governo que contemple o país inteiro. Para que o Brasil volte aos trilhos e volte a ser respeitado internacionalmente”, concluiu o parlamentar.

Além do presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, estavam presentes no evento os deputados estaduais Paulo Litro e Michele Caputo. Presidente estadual do PSDB, Litro listou a capacidade de gestão e preparo para governar de Doria como decisivos para o apoio nas prévias tucanas. “Se não fosse o senhor, a gente estaria tomando invermectina e cloroquina contra a covid-19. João Doria é o pai da vacina. Se nesta sala aqui todos estamos vacinados é por você. Tem meu respeito, carinho e apoio. E com certeza será um grande presidente da República”, afirmou Litro.

continua após publicidade

 O ex-governador do Paraná, Beto Richa, endossou as palavras de Litro e ressaltou que Doria é o nome que tem “as reais condições de ser um dos maiores presidentes da República”. “Vejam o histórico deste homem. Doria se dispôs a ser candidato da maior cidade da América Latina. Lançou seu nome praticamente sozinho e desacreditado a prefeito. Saiu de 1% para vencer no primeiro turno a eleição de SP”, lembrou o paranaense. 

“Nós precisamos de um perfil como o de Doria, que não se intimida com agressões de uma militância sem neurônios”, discursou Richa, em referência aos ataques bolsonaristas ao governador de São Paulo e sua família, durante a luta do Estado pela conquista da primeira vacina do Brasil, produzida pelo Butantan. Doria recebeu ameaças de morte e precisou sair de casa, na pandemia, com sua família para reforçar o esquema de segurança.

“Se hoje temos uma vacinação com esse percentual, isso se deve à coragem e à competência de João Doria. Portanto, João, aqui esta parte da nossa militância. Se não fosse a restrição, este espaço estaria pequeno para a quantidade de gente que queria te abraçar. Doria representa tudo aquilo que esperamos de um candidato a Presidente da Republica. E ele será o novo presidente a partir de 2023”, assegurou Richa, sendo aplaudido pela militância e lideranças paranaenses.

continua após publicidade

O ex-governador paranaense destacou também que João Doria “tem uma grande sensibilidade social”. “Ele tem feito projetos em SP com muita sabedoria e seriedade pelos que mais precisam”.

Ao falar de seus projetos para o Brasil, Doria mencionou feitos exitosos do Governo de São Paulo que podem ser nacionalizados. Citou os programas de proteção social desenvolvidos sobretudo na pandemia: “temos o Bolsa do Povo, Vale Gás, Programa Dignidade Íntima, Alimento Solidário, São Paulo Acolhe. Com investimento de mais de R$ 2 bilhões para a população menos favorecida”, afirmou Doria. 

O governador tucano também enfatizou suas ações em diversas áreas, como educação, habitação, geração de empregos, qualificação profissional e estimulo à atividade empreendedora. “Minha atuação será sempre para atuar e assumir nossa responsabilidade para garantir não só emprego, mas dignidade à população brasileira”.

continua após publicidade

PRÉVIAS DO PSDB

 João Doria afirmou que é salutar para a democracia um partido realizar prévias e que continuará mantendo o respeito pelos colegas com quem disputa internamente a indicação dos tucanos para disputar a Presidência da República. “Peço a vocês uma salva de palmas para Tasso Jereissati, Arthur Virgílio e Eduardo Leite. Estaremos no mesmo campo. Não há o maior, melhor. Há um único PSDB”.

continua após publicidade

 O governador elogiou o fato de que o PSDB é a única sigla que faz essa consulta interna entre seus filiados. “Isso é a beleza e a essência da democracia”. Doria também relembrou os motivos que o fizeram entrar na política. “O que me fez lutar foi a sordidez do governo Lula que assaltou os cofres públicos do nossos País, desdenhou do povo brasileiro. Os fins não justificam os meios. Você tem que ser honesto e decente para fazer a política para os mais pobres”, discursou o paulista, recebendo aplausos.

 DEFESA DA POLÍTICA

Doria continuou, afirmado ter saído da sua “zona de conforto para o front”. “Aprendi com meu pai: lute, meu filho. Nunca desista de nada. E não se intimide com ninguém e com nada. E é o que eu tenho feito. E feliz”. Doria disputou prévias em 2016, para prefeito de SP, e 2018, para Governador. E agora em 2021. “Eu poderia continuar como empresário, desfrutando meu lar, minha família, as férias, os amigos. Mas não! Estou no front para lutar por um Brasil melhor”

continua após publicidade

Doria falou da sua alegria de estar no Paraná. “Eu vivo de sentimento e estou muito sensibilizado de estar aqui. Sou novo na política, mas sou filho de um político e eu não nego a política”. Doria se filiou ao PSDB em 2001. E só 15 anos depois disputou seu primeiro mandato pelo partido. “Me tornei ser politico, eu adoro ser político. Adoro fazer campanha”, completou.

 VIAGENS PELO BRASIL

O Governador João Doria segue em Curitiba, no Paraná, até este sábado, dia 14, quando tucano participa, no Hotel Bourbon, da terceira rodada do "Encontros do PSDB pelo Brasil". O evento é uma mobilização pelas prévias tucanas, que definirá, em novembro, o candidato do partido a Presidente da República em 2022. Doria já esteve no Mato Grosso do Sul e Goiás, em julho, onde foi saudado por tucanos e apoiadores como o “Pai da Vacina”.

 Os “Encontros” tucanos visam a apresentação, para filiados e apoiadores, das propostas de Doria para o Brasil, bem como do seu jeito de governar e de sua experiência no Executivo Estadual e Municipal.

Após o encontro com filiados e lideranças tucanas, na manhã deste sábado, Doria seguiu para a prefeitura de Curitiba, onde recebeu do prefeito Rafael Greca, a Medalha da Ordem Municipal Luiz dos Pinhais. A homenagem, criada em 2018, é destinada a quem trabalha a favor da urbanidade, da paz e em prol da sociedade.

 SANTA CATARINA

Após a passagem por Curitiba, Doria parte para Santa Catarina, na tarde deste sábado (14), onde dará sequência a suas viagens pelo País. Em Florianópolis, às 15h, o governador de São Paulo participará do quarto “Encontros do PSDB pelo Brasil”. Doria retornará a São Paulo no final do dia. As viagens do governador de SP ocorrem aos fins de semana e feriados.