Paraná

Dono do Madero diz estar surpreso com "sumiço" dos clientes

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dono do Madero diz estar surpreso com "sumiço" dos clientes
fonte: GUILHERME PUPO/MADERO/DIVULGAÇÃO
Dono do Madero diz estar surpreso com "sumiço" dos clientes

O empresário curitibano Júnior Durski, proprietário da rede de restaurantes Madero, disse que está surpreso com o sumiço de clientes em seus restaurantes. Afirmou ainda que o faturamento despencou. Há dois meses, Durski havia dito que o Brasil não poderia parar por causa de 5 mil ou 7 mil mortes causadas pelo coronavírus.

continua após publicidade

A declaração de Durski sobre a queda no faturamento do Madero foi dada em entrevista à rádio BandNews, neste sábado. Segundo ele, um restaurante em Curitiba costumava receber 400 pessoas por dia, mas nos últimos tempos estava servindo apenas 30 diariamente. O empresário diz que a causa na queda de fluxo de pessoas seria o isolamento social e o medo da população se contaminar com o coronavírus.

No dia 23 de março, Durski causou polêmica nas redes sociais ao postar um vídeo em que afirmava que o Brasil não poderia parar por causa do coronavírus. “Vamos chorar cada uma dessas pessoas que morrerem com o coronavírus. Mas não podemos (parar) por conta de 5 mil ou 7 mil pessoas”, disse ele na ocasião, citando uma previsão de mortes pela Covid-19.

continua após publicidade

Neste domingo (17), o número de mortes por coronavírus no Brasil chegou a 16.118 – mais que o dobro da previsão mais pessimista de Durski.

Apesar de afirmar em vídeos no Instagram que seus funcionários não seriam demitidos durante a crise causada pelo coronavírus, o empresário dispensou 600 funcionários no dia 1º de abril.

Com informações do Bem Paraná