Paraná

Dono de bar se acorrenta na frente de agência bancária para protestar

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Dono de bar se acorrenta na frente de agência bancária para protestar
fonte: Rede Social
Dono de bar se acorrenta na frente de agência bancária para protestar

O dono do Bar do Torto, no bairro São Francisco, em Curitiba, se acorrentou em frente à uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) nesta segunda-feira (13). Arlindo Ventura, conhecido como “Magrão” protesta pela não liberação da linha de crédito que foi prometida pelo governo federal.

continua após publicidade

Segundo o empresário, o ato foi pensado por estar no limite. Magrão contou que começou a tentar a linha de crédito em fevereiro deste ano e, desde então, aguarda a resposta. O valor, de R$ 55 mil, estaria aprovado, mas não foi liberado pelo banco.

De acordo com o site RicMais, o dinheiro não saiu porque ele estaria com restrição no Serasa. Apesar disso, conforme Magrão, em fevereiro, quando pediu o empréstimo, não tinha o nome sujo.

continua após publicidade

O Bar do Torto está fechado, assim como todos os outros empreendimentos que não são considerados essenciais. Com três funcionários, Magrão disse que não tem mais como continuar com a empresa se não tiver a linha de crédito. A Caixa ainda não se manifestou sobre a situação.

Ainda de acordo com o RicMais, essa não é a primeira vez que Magrão se acorrenta para pedir socorro. Em 2015, o empresário protestou contra cobranças de Imposto Sobre Serviços (ISS) e também se acorrentou, dessa vez em frente ao prédio da prefeitura de Curitiba.

Dono de bar se acorrenta na frente de agência bancária para protestar fonte: Rede social

Com informações; RicMais.