Mais lidas

    Paraná

    Meio Ambiente

    Deputado defende regularização fundiária contra desmatamento

    A área desmatada na Amazônia foi de cerca de 580 km²

    Deputado defende regularização fundiária contra desmatamento
    Foto por Reprodução
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 11.05.2021, 15:32:16 Editado em 11.05.2021, 15:32:12
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O Presidente da bancada ruralista, Deputado federal Sergio Souza, em entrevista à CNN Brasil  defendeu propostas para o combate ao desmatamento e queimadas ilegais.

    A divulgação dos dados do desmatamento na Amazônia em abril, foi recorde para o mês. A área desmatada na região foi de cerca de 580 km², foi o segundo mês seguido que o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) registra recordes.

    Em março foram 367 km² de área desmatada e o alerta é ainda maior porque agora começa o período de seca e a tendência é o aumento de índices de desmate.

    “O avanço do desmatamento ilegal, sobre a floresta ele faz mau ao Brasil faz mau ao meio-ambiente e faz mau também aos negócios, por isso queremos avançar em pautas como a regularização fundiária, para sabermos o CNPJ e o CPF de todos aqueles que cometem crime do desmatamento ilegal”, disse o deputado.

    A atenção voltada principalmente para o Pará, Amazona e Mato Grosso.

    Os dados do INPE revelam ainda que abril deste ano foi o pior superando inclusive os dados de 2018 que até então era o recorde para o mês com 489 km². Esse abril teve um aumento de 42% e esse comparativo revela como 2021 é preocupante. Com os números de abril esse ano já é considerado o terceiro pior em desmatamento desde 2016.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "Deputado defende regularização fundiária contra desmatamento"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.