Defesa tenta transferir mãe que matou filho para Complexo Médico - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

PARANÁ

Defesa tenta transferir mãe que matou filho para Complexo Médico

Foto por
Escrito por redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A mãe Caroline Carrilho Correia, 29, que matou o filho de três anos no limite de Curitiba com Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, na tarde de terça-feira (13), segue internada no Hospital do Trabalhador. Ela foi levada para o hospital devido aos ferimentos no pulso, ocasionados por ela na tentativa de suicídio, e até então permanece internada. A criança foi encontrada dentro de um saco de lixo e Caroline confessou o crime. O pai ainda não prestou depoimento oficial à Polícia Civil.

A alta médica de Caroline estava programada para acontecer ainda nesta quarta-feira (30), já que ela segue sob escolta da Polícia Civil. No entanto, não há detalhes sobre o motivo de a estadia dela ter sido prolongada. A estratégia da defesa é que Caroline seja encaminhada ao Complexo Médico Legal, sob alegação de insanidade mental.

O caso foi encaminhado ao Distrito Policial da região onde o crime foi registrado. Já a polícia tenta descobrir se o crime foi premeditado ou não – principalmente pelo fato de a criança ter sido envolta a um saco plástico de lixo.

(Banda B)

Deixe seu comentário sobre: "Defesa tenta transferir mãe que matou filho para Complexo Médico"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.