Paraná

Decreto restritivo será renovado, diz Beto Preto

De acordo com ele, o momento é de batalha contra o vírus da Covid-19.

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Decreto restritivo será renovado, diz Beto Preto
Decreto restritivo será renovado, diz Beto Preto

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto falou nesta segunda-feira (07) sobre o momento que o Paraná enfrenta em relação a pandemia do novo coronavírus. De acordo com ele, o momento é de batalha contra o vírus e o decreto estadual deverá ser renovado, com toque de recolher, a partir das 20h.

continua após publicidade

"Devemos nos reunir com o governador Ratinho Junior nos próximos dias para decidir sobre o decreto que é válido até o dia 11, mas ao que tudo indica ele será renovado", considerou.

Em entrevista à rádio CBN Curitiba, ele afirmou que o momento é difícil, porque o número de pacientes aguardando leitos é maior do que o de leitos que o Estado consegue oferecer, contando com mais de seis mil paranaenses internados nos últimos dias. Ainda de acordo com o secretário, dos exames enviados diariamente para o Lacen, cerca de 40% estão positivando diariamente e este número não baixa. Beto Preto afirmou ainda que 80% dos casos confirmados são da variante amazônica do vírus (P1).

continua após publicidade

"Nossa rotatividade de leitos é grande, mesmo assim, um quantitativo diário considerável está aguardando até mais de 24 horas para internação. Mas estes pacientes não estão desassistidos, eles estão recebendo atendimento nas UPAs, pronto socorros e hospitais menores. Nos encontramos neste momento em um ponto muito difícil porque o número de pacientes precisando de leito é maior do que a grande quantidade de oferta de leitos que nós conseguimos manter", disse.

O secretário contou, também, que no feriado foram aplicados mais de 600 testes voluntários em pessoas que circulavam pelo aeroporto Afonso Pena. Desses números, pelo menos 13 pessoas foram positivadas. 

"Elas estavam assintomáticas, circulando e sequer sabiam que estavam com a doença. Por isso é tão importante realizar os testes", finalizou.