Paraná

Curitiba tem 139 pacientes com Covid-19 à espera de vagas em hospitais

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Curitiba tem 139 pacientes com Covid-19 à espera de vagas em hospitais
fonte: AGÊNCIA ESTADUAL
Curitiba tem 139 pacientes com Covid-19 à espera de vagas em hospitais

Com o avanço de casos de Covid-19, a lista de pacientes à espera de leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) no Paraná pelo SUS aumenta gradativamente. Segundo levantamento da Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), atualizado na quarta (24), há cerca de 600 pacientes com suspeita ou confirmados para coronavírus na lista de espera por uma vaga, sendo 185 para UTI e 436 para enfermaria. O número pode variar devido à possibilidade de duplicação de dados. Na Grande Curitiba, 139 doentes aguardam um lugar nos hospitais, sendo 33 em UTI e 106 em enfermaria. 

continua após publicidade

Quatro hospitais com leitos exclusivos para Covid-19 do SUS constam no levantamento da Sesa com 100% de ocupação: Hospital Cruz Vermelha, Hospital Vitória, Hospital do Trabalhador e Hospital Reabilitação. Duas enfermarias também não tem vagas para pacientes com Covid: Hospital Erasto e Hospital do Trabalhador. 

Em todo o Paraná, são 1.521 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 internados. São 1.327 pacientes em leitos SUS (620 em UTI e 707 em leitos clínicos/enfermaria) e 194 em leitos da rede particular (84 em UTI e 110 em leitos clínicos/enfermaria). A taxa de ocupação está em 94%. 

continua após publicidade

Há outros 1.855 pacientes internados, 656 em leitos UTI e 1.199 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

A secretária municipal de Saúde, Márcia Huçulak, explicou que a falta de vagas para o atendimento geral é resultado do aumento no número de casos de Covid-19. "Pós-carnaval, tem sido uma avalanche de casos de Covid-19 nas UPAs e com quadros graves. Quando a sociedade se movimenta, aumenta a proliferação e o número de casos, o que demanda mais internação para a doença, e ao mesmo tempo aumenta o número de acidentes, de trauma e violência. A gente precisa que a sociedade circule menos", disse a secretária, nesta quinta-feira (25), em entrevista ao telejornal Meio Dia, da RPC.

Durante a noite desta quarta-feira (24), uma igreja foi interditada por Agentes de Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) durante um culto, por conter mais de duas mil pessoas, na Avenida Batel, em Curitiba.

Por, Bem Paraná

Tags relacionadas: #covid #Curitiba #HOSPITAIS #vagas