Paraná

Curitiba prorroga bandeira laranja por mais sete dias

Curitiba mantém medidas restritivas de combate à pandemia de covid-19 na cidade

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Curitiba prorroga bandeira laranja por mais sete dias
fonte: Reprodução
Curitiba prorroga bandeira laranja por mais sete dias

Curitiba mantém medidas restritivas de combate à pandemia de covid-19 na cidade e autoriza funcionamento de algumas atividades essenciais aos domingos, em bandeira laranja. A decisão foi tomada pelo Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, nesta terça-feira (15).

continua após publicidade

O Decreto 990/2021, que prorroga e altera as medidas do decreto 960/2021, será publicado hoje e começa a valer a partir da publicação. As medidas terão vigência de sete dias, até 23 de junho.

Além dos restaurantes, também poderão funcionar aos domingos, seguindo os protocolos de responsabilidade sanitária e social, supermercados, comércio de hortifrutigranjeiros e comércio de alimentos para animais.

continua após publicidade

A liberação das atividades essenciais aconteceu após diversas discussões com representantes das categorias. Houve comprometimento de adesão aos protocolos e medidas de controle da pandemia.

"Essa decisão resulta de aprendizados que acumulamos ao longo da pandemia, temos um único inimigo que devemos enfrentar unidos. Aprendemos ao longo desses meses que cumprindo as medidas de prevenção a sociedade pode funcionar”, esclareceu a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Análise do cenárioApós análise dos dados epidemiológicos da última semana (de 9 a 15 de junho), a pontuação da bandeira ficou em 2,58, o que demostra um cenário que ainda exige muita cautela: acima de 2,7 a cidade volta para a fase vermelha.

continua após publicidade

"O momento é muito delicado, temos que analisar os indicadores e as medidas restritivas semana a semana, estamos no limiar da mudança, por isso adotamos um decreto com menor tempo de duração", disse a secretária.

A nota dos indicadores foi alavancada pelo leve aumento da taxa de internação em leitos de enfermaria, que na semana anterior chegou a 87% e fechou nesta terça-feira em 92% de ocupação.

Por outro lado, os indicadores da propagação da doença seguem em estabilidade e o número de casos ativos caiu de 9.741 para 8.376 no período analisado. O número diário de novos casos também se mantém estável, dados esses que sinalizam uma melhora para as próximas semanas.

continua após publicidade

A taxa de transmissão do vírus, condição que indica o número de novos contaminados por cada pessoa na fase ativa da doença, caiu de 0,89 para 0,77.