Copel investe R$ 90 milhões em subestações móveis - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Energia

Copel investe R$ 90 milhões em subestações móveis

Foto por Agência de Notícias do Paraná
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A Copel adquiriu cinco novas subestações móveis para atender a população paranaense. As unidades fazem parte de um programa de modernização do atendimento móvel que vai investir R$ 90 milhões para garantir o fornecimento de energia de forma eficiente e dinâmica. A iniciativa prevê a aquisição de 15 unidades, que serão entregues ao longo dos próximos dois anos.

As subestações móveis são estruturas portáteis que podem ser deslocadas para atender diferentes regiões. Em caso de desligamento de parte da rede para a realização de obras de melhoria e ampliação, por exemplo, as novas unidades são conectadas e permitem que o trabalho seja feito sem que os consumidores sejam desligados. “Com essas subestações, a Copel consegue reforçar o atendimento nas regiões que mais estiverem precisando e garante ainda mais qualidade no fornecimento de energia aos consumidores”, diz o diretor de distribuição da Companhia, Maximiliano Andres Orfali.

As unidades adquiridas possuem 30MVA (megavolt-ampère) de potência e operam em 138 kV e 69 kV, o que significa que podem substituir a maior parte das subestações da rede de distribuição no Estado.

Elas foram enviadas inicialmente para o Boqueirão e o Pinheirinho (em Curitiba), Pato Branco, Realeza e Mamborê, onde serão usadas para atendimento de obras programadas e reforços temporários ao sistema. No entanto, as estruturas podem ser enviadas para qualquer região de atendimento da Copel que precise de fornecimento móvel.

“Em casos emergenciais, essas subestações também podem atuar para evitar desligamentos ou minimizá-los. Na prática, isso significa energia com mais confiabilidade e uma atuação mais rápida para restabelecer o fornecimento aos consumidores”, afirma o superintendente de Serviços Operacionais, Diego Augusto Correa.

NOVAS AQUISIÇÕES - As novas subestações móveis adquiridas pela Copel são carretas únicas, em que todo o equipamento fica instalado em um único chassi. O óleo do transformador é vegetal, o que reduz riscos de contaminação ambiental e de incêndio.

Essas unidades móveis fazem parte da primeira aquisição com sistema de monitoramento online embarcado, o que significa que possuem dispositivos de medição remota em tempo real de diversos dados, como gases e temperatura, facilitando o controle e a gestão dos equipamentos. Com o software de monitoramento é possível identificar com precisão a “saúde” do transformador e antecipar anormalidades e problemas.

Além das unidades já entregues, na próxima etapa a Copel vai adquirir mais quatro subestações que podem ser monitoradas remotamente e serão divididas em módulos (diferentes partes), o que facilita o deslocamento. Há um módulo que opera em alta tensão (138 kV, religável em 69 kV); o outro, em média tensão (34,5, religável em 13,8 kV), além do transformador. Como cada módulo será instalado em chassis separados, as estruturas podem ser usadas de forma individual e independente.

Na última fase do programa de renovação, serão fornecidas mais seis estruturas móveis de 7 MVA para operar em 34,5 kV e 13,8 kV. Essas unidades vão atender subestações menores, que compõem a imensa maioria das instalações de subestação da Companhia.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Copel investe R$ 90 milhões em subestações móveis"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.