Copel ganha ação judicial que reduzirá tarifa de energia - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Paraná

Copel ganha ação judicial que reduzirá tarifa de energia

Foto por G1.Globo
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Os clientes da Copel poderão ter uma redução na tarifa de energia, o valor das contas de luz podem baixar entre 3,5% e 4,1%, de acordo com a classe de consumo. A redução terá inicio em julho, com benefício na fatura de agosto.

Após vencer uma ação judicial, impetrada em 2009, que desobriga a empresa a continuar recolhendo PIS e Cofins sobre o ICMS que incide na tarifa de energia elétrica, a região do Paraná será beneficiada com a queda no valor das contas.

“Por uma postura proativa da empresa, que buscou a defesa do direito dos seus clientes, conseguimos uma grande vitória na Justiça que vem corrigir uma distorção histórica”, disse o diretor-geral da Copel Distribuição, Maximiliano Andres Orfali.

A companhia defendeu, no processo, que o ICMS não é receita da empresa, mas sim do Estado, e como o PIS e a Cofins são calculados sobre a receita da companhia, o ICMS não poderia estar nesta base de cálculo. A justiça reconheceu o argumento da Copel.

“Essa é uma conquista muito importante para a Copel e todos os paranaenses, especialmente num momento como o que estamos vivendo, de pandemia e crise sanitária, em que toda e qualquer redução de custos tem grande significado”, afirmou o presidente da Copel, Daniel Slaviero.

A nova redução na tarifa é a segunda este ano. Na anterior, já haviam sido beneficiados os clientes residenciais, setores de comércio e serviços, além da iluminação pública.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Copel ganha ação judicial que reduzirá tarifa de energia"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.