Comida Boa movimentou R$ 113 milhões no comércio - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Covid-19

Foto por Agência de Notícias do Paraná
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Com o prazo para as compras encerrado na sexta-feira (07), o programa Cartão Comida Boa garantiu uma movimentação de R$ 113 milhões na economia paranaense em 2,7 milhões de transações de compras nos 399 municípios. No total, 786,6 mil vouchers foram utilizados pelos beneficiários.

Apenas em Curitiba foram distribuídos 65.782 vouchers, somando R$ 9,4 milhões em compras. No dia 8, os valores dos cartões foram zerados, conforme o Decreto 5.069, que prorrogava o benefício por um mês.

O Comida Boa foi uma ajuda emergencial criado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior para que fosse garantido o bem-estar da população. Durante três meses, foi concedido o valor de R$ 50,00 para pessoas economicamente vulneráveis comprarem gêneros alimentícios no comércio previamente cadastrado.

Os recursos vieram do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza e a coordenação envolveu vários órgãos, como as Secretarias da Agricultura e do Abastecimento, da Justiça, Família e Trabalho e Fazenda.

Para o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, o programa foi um marco no auxílio à população economicamente vulnerável. “Além de ajudar as famílias nesse momento difícil da pandemia, o Cartão Comida Boa garantiu renda aos estabelecimentos comerciais”, diz. Durante os três meses, 6.740 estabelecimentos comerciais foram cadastrados para as vendas aos beneficiários.

No total, 794 mil vouchers foram distribuídos. Após 3 meses do início da Ação Emergencial, 200 mil Cartões que estavam à disposição dos cidadãos que se enquadram como beneficiários não foram retirados. Por isso, esses Cartões foram devolvidos à Secretaria da Justiça, responsável, juntamente com as prefeituras, pela gestão da entrega desses dos cartões.

UNIÃO - O auxílio governamental foi entregue a moradores do Paraná inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal e que atendiam requisitos estabelecidos na regulamentação do programa. Também foram contemplados autônomos e microempreendedores individuais que tiveram a renda momentaneamente afetada pela pandemia.

Além das entidades públicas estaduais, contribuíram para o sucesso do Comida Boa a cooperação de todas as prefeituras, da Associação Paranaense de Supermercados, de centenas de empreendimentos comerciais espalhados pelo Estado, várias entidades filantrópicas, movimentos sociais e igrejas que se dispuseram a ceder o espaço para entrega dos cartões.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Comida Boa movimentou R$ 113 milhões no comércio"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.