Paraná

Comec inicia licitação para projeto de duplicação da PR-423

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Comec inicia licitação para projeto de duplicação da PR-423
fonte: Agência de Notícias do Paraná
Comec inicia licitação para projeto de duplicação da PR-423

Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) abriu nesta terça-feira (12) os envelopes com as propostas técnicas da licitação 04/2020, que visa a contratação de projetos para a duplicação da PR-423, no trecho entre os municípios de Araucária e Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba.

continua após publicidade

Sete participantes, entre empresas e consórcios, apresentaram propostas, porém os valores serão divulgados apenas na sessão 02 do processo licitatório, quando serão abertos os envelopes com proposta de preço. A data será agendada após o resultado da sessão desta terça-feira e divulgada no portal Compras Paraná e no site da Comec.

O preço máximo para a contratação do projeto previsto em edital é de R$ 4.141.359,66 e o prazo para a execução será de 360 dias, contados a partir da emissão de ordem do serviço.

continua após publicidade

A empresa ou consórcio vencedor deverá desenvolver estudos e projetos executivos de engenharia para a duplicação, restauração e implantação de interseções em desnível, passarelas e vias marginais na PR-423, no trecho entre a BR-476 (Araucária) e a BR-277 (pista sentido Oeste - Campo Largo), com extensão aproximada de 28 quilômetros.

A contratação do projeto será paga com recursos do Tesouro do Estado e faz parte do Banco de Projetos, que destina cerca de R$ 350 milhões para viabilizar e agilizar obras de reestruturação de rodovias, ferrovias e da segurança pública em todo o Estado.A sessão foi transmitida ao vivo pela página da Comec no Youtube. Confira AQUI.

"A duplicação deste trecho foi uma determinação do governador Ratinho Junior e é fundamental para o desenvolvimento da Região Metropolitana de Curitiba,em especial para o desafogamento do Contorno Sul, na região da Cidade Industrial”, disse o presidente da Comec, Gilson Santos.

Por; Agência de Notícias do Paraná