Paraná

Com UTIs lotadas, secretária pretende suspender cirurgias eletivas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Com UTIs lotadas, secretária pretende suspender cirurgias eletivas
fonte: Divulgação
Com UTIs lotadas, secretária pretende suspender cirurgias eletivas

Com Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) lotadas, a secretária de saúde de Curitiba, Marcia Huçulak, revelou com exclusividade à RIC Record TV, que irá suspender as cirurgias eletivas na cidade a partir desta terça-feira (17).

continua após publicidade

Devido ao aumento da taxa de transmissão do coronavírus na capital e da ocupação dos leitos de UTI exclusivos, a secretária contou que as medidas são necessárias. 

Conforme a publicação, a secretária também disse que em conversa com os diretores de hospitais, solicitou que as cirurgias eletivas devem ser suspensas em hospitais que atendem pelo SUS em Curitiba, sejam eles públicos ou privados.

continua após publicidade

Taxa de ocupação

Uma das grandes preocupações das autoridades de saúde é o aumento da taxa de ocupação dos hospitais e as constantes aglomerações pela cidade. De acordo com os dados divulgados pelo Governo do Estado, em uma plataforma digital, atualmente três hospitais de Curitiba estão com a ocupação completa dos leitos de UTIs exclusivos para pacientes com coronavírus.

Veja a tabela:

continua após publicidade

Santa Casa – 82% de ocupação

Hospital de Clínicas – 96% de ocupação

Hospital Evangélico – 100% de ocupação

continua após publicidade

Hospital do Idoso – 100% de ocupação

Hospital do Trabalhador – 100% de ocupação

continua após publicidade

Casos na capital:

Nesta segunda-feira (16), Curitiba contabilizou mais de 1.500 novos casos da covid-19 e ultrapassou a marca de 60 mil casos. Além disso, a alta procura de pacientes com problemas respiratórios nas Unidades de Pronto-Atendimento preocupa.

Atualmente Curitiba está na bandeira Amarela com 6.849 casos ativos. Desde o início da pandemia 1.569 curitibanos já perderam a vida.

As informações são da RIC Mais.