CGE verifica serviços estaduais e recebimento de vacinas - TNOnline
Mais lidas

    Paraná

    PARANÁ

    CGE verifica serviços estaduais e recebimento de vacinas

    CGE verifica serviços estaduais e recebimento de vacinas
    Foto por Agência de Notícias do Paraná
    Escrito por Da Redação
    Publicado em 01.02.2021, 13:20:20 Editado em 01.02.2021, 13:20:34
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A Controladoria-Geral do Estado planeja visitar 90 cidades este ano, para verificar a qualidade do atendimento em serviços estaduais que prestam atendimento presencial. A equipe que forma a CGE – Itinerante começou nesta semana a série de viagens com o objetivo de entrevistar cidadãos que buscaram serviço estadual e divulgar os canais de ouvidoria e transparência.

    Em paralelo, devido à entrega de vacinas do Governo Federal para os municípios, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, a CGE-Itinerante também verificará como foi o lote foi recebido. A autoridade de saúde de cada município visitado poderá registrar se as vacinas foram entregues de forma apropriada, com referência a embalagem, temperatura e responsável pelo recebimento.

    O controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, explicou que a ação avalia como é feito o atendimento à população e orienta as pessoas a buscarem os canais oficiais para entrar em contato com a administração estadual. A equipe da CGE – Itinerante é composta por servidores das coordenadorias de Ouvidoria-Geral e de Transparência e Controle Social.

    “O objetivo principal é fomentar a participação dos cidadãos na administração pública, reclamando de situações, sugerindo melhorias, comentando ações e, porque não, elogiando o trabalho oferecido”, disse Siqueira. “Porém, aproveitaremos as viagens já programadas para verificar como as vacinas foram recepcionadas pelos municípios, inclusive as quantidades já aplicadas e se o Estado, por meio da Secretaria de Saúde, atendeu aos cuidados necessários de logística”, acrescentou.

    Ele explicou que somente com informações confiáveis é possível exercer o controle social. “Esse controle é aquele que o cidadão exerce sobre o Estado em ambiente democrático e transparente. É ouvindo as pessoas que precisam dos serviços, que o governo pode melhorá-los, atendendo a necessidades da sociedade”, afirmou o controlador-geral.

    No ano passado, apesar das restrições impostas pela pandemia da Covid-19, foram entrevistados mais de 1.700 usuários de serviços do Governo do Estado, em 28 cidades. O trabalho se concentrou na distribuição do cartão Comida Boa e do Kit Merenda Escolar, programas oficiais de enfrentamento à doença, mas também visitou delegacias e unidades da Secretaria de Estado da Saúde.

    PREMIAÇÃO – Essa iniciativa da CGE conquistou o terceiro lugar no Prêmio Marco Maciel, da Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig), em dezembro de 2020. “Esse reconhecimento aponta a valorização do contato da administração pública com os paranaenses. Isso nos motiva a continuar com o trabalho”, afirmou Cristiano Pereira, representante da Coordenadoria de Transparência e Controle Social na CGE Itinerante.

    Desde que começou, no fim de 2019 e antes das restrições impostas pelo coronavírus, a equipe visitou órgãos da Secretaria de Estado da Saúde. Foram cinco visitas e 226 entrevistas. Com medidas de enfrentamento à pandemia, a CGE – Itinerante foi direcionada às entidades e escolas que distribuíram, respectivamente, o Cartão Comida Boa, com 10 visitas e 84 entrevistas, e o Kit Merenda Escolar, com 25 visitas e 966 entrevistas. O trabalho seguiu em distritos policiais, delegacias e Instituto de Identificação, com 27 visitas e 440 entrevistas.

    Pereira disse que, dos entrevistados, cerca de 80% disseram estar satisfeitos com o atendimento. Os registros que apontam falhas nos procedimentos são encaminhados para os órgãos responsáveis por corrigi-las ou avaliar melhorias. “O cidadão nos fala se foi devidamente atendido, se tem alguma reclamação ou até sugere mudanças para melhorar a rotina do trabalho”, explicou.

    Pela Coordenadoria de Ouvidoria, os servidores Ricardo Humberto, Fernanda Micheletti e Suelen da Silva se revezaram nas entrevistas. “Aproveitamos o contato direto com a população para divulgar os serviços da Ouvidoria, seu funcionamento e em que a coordenadoria pode ajudar o cidadão”, disse o coordenador da área, Yohhan de Souza.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Paraná

    Deixe seu comentário sobre: "CGE verifica serviços estaduais e recebimento de vacinas"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.