Paraná

Carreata pelo retorno das aulas presenciais é realizada; assista

Da Redação ·

O movimento Escolas Abertas Paraná, formado por pais e familiares de alunos do Ensino Fundamental e Infantil, realizou, na tarde deste domingo (28) em Curitiba, uma manifestação pelo retorno imediato das aulas em todo o estado. Durante o evento, o pedido era para que ninguém saísse dos carros, respeitando as medidas sanitárias da covid-19. Centenas de veículos participaram do protesto pacifico.  

continua após publicidade

As atividades escolares foram suspensas devido ao agravamento da pandemia no Paraná, quando só neste domingo eram mais de 156 pacientes na fila de espera por um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A concentração aconteceu na Praça 29 de Março com a saída em direção ao Palácio Iguaçu. O movimento acontece dois dias depois do Governo do Paraná suspender até as 5h de oito de março as atividades não essenciais no Paraná, o que incluiu aulas presenciais nas redes pública e privada.

continua após publicidade

De acordo com postagem pelo movimento na rede social Facebook, a educação precisa ser prioridade. “A educação tem que ser prioridade e nossas crianças não podem mais continuar sendo prejudicadas em meio a esse caos. O vírus e uma realidade em todo o mundo, e nós precisamos nos adaptar a essa realidade, cada Município deve estudar meios de prevenção, de cuidados, investir na área da saúde”, diz trecho da postagem assinada por uma participante do movimento.

Na manifestação, Michele Vigarela, que faz parte do movimento Escolas Abertas Paraná, disse que o objetivo é mostrar a importância do retorno das aulas. “Sabemos do momento complicado da pandemia, mas não vimos critérios científicos para determinar a suspensão das aulas. Queremos que o governador reveja o decreto e mantenha a Educação como serviço essencial. As crianças estão satisfeitos com o retorno e acreditamos que inclusive lá o risco de contaminação é menor”, argumentou. Veja:

 Carreata pelo retorno das aulas presenciais é realizada; assista - Vídeo por: Reprodução  

continua após publicidade

 Carreata pelo retorno das aulas presenciais é realizada; assista - Vídeo por: Reprodução  

Sem UTIs

O decreto estadual que suspendeu as aulas por uma semana e determinou o fechamento de serviços não essenciais se dá pela falta de leitos de UTI para a covid-19 no Paraná. Só neste domingo eram 156 pacientes na espera por uma vaga. O governo justificativa que neste momento o lockdown se faz necessário para que não se tenha um colapso ainda maior do sistema de saúde e, assim, vidas possam ser salvas.

Com informações, Banda B