Paraná

Beto Preto confirma reunião para definir vacinação

Beto Preto disse que o Paraná vem cobrando que o Ministério volte a recomendar a vacinação geral de adolescentes

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Beto Preto confirma reunião para definir vacinação
fonte: Reprodução
Beto Preto confirma reunião para definir vacinação

O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto durante entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (20), confirmou que uma reunião será realizada com secretários municipais de Saúde do Estado para decidir sobre o início da vacinação de adolescentes sem comorbidades.

continua após publicidade

"A partir de amanhã vamos conversar com secretários municipais de Saúde e com a direção do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde para tomar uma decisão fechada no Paraná", disse Beto Preto. Segundo ele, será possível iniciar a imunização pelos grupos prioritários nessa faixa etária, já que 94,23% da população paranaense com mais de 18 anos já recebeu uma dose, duas doses ou a dose única. 

Beto Preto disse que o Paraná vem cobrando que o Ministério volte a recomendar a vacinação geral de adolescentes. "O Paraná continua seguindo o Programa Nacional de Imunicação, ao mesmo tempo em que cobramos, dentro do diálogo entre as esferas de Saúde, que o Ministério também inclua o quanto antes a vacinação dos adolescentes sem comorbidades. Essa posição é fundamental, dependemos dessa posição", disse. "Estamos instindo no diálogo, solicitando que tenhamos doses disponíveis para vacinar os adolescentes, e torcemos para que isso aconteça logo, entre hoje, amanhã ou quarta-feira fatalmente nós teremos outra posição". 

continua após publicidade

A princípio serão vacinados os adolescentes entre 12 e 17 anos com comorbidades, deficiências permanentes, indígenas, gestantes ou privados de liberdade. Segundo Beto Preto, não adianta estender a vacinação neste momento para o restante dos adolescentes, pois o Estado precisa de uma previsão do Ministério da Saúde. "Quem compra vacina no Brasil é o Ministério da Saúde, para que possamos garantir a utilização correta das vacinas precisamos ter a garantia de que Ministério vai garantir as vacinas da Pfizer (única autorizada no país para essa faixa etária). Precisamos ter a garantia de que serão compradas para distribuirmos aos municípios". Municípios com doses sobrando poderão aplicá-las nos adolescentes dos grupos prioritários.

O Paraná chegou à marca de 12.412.029 de vacinas aplicadas, entre primeira dose, segunda dose e dose única. Entre o último sábado (18) e esta segunda-feira, o Estado recebeu mais 877 mil doses, de acordo com o secretário Beto Preto. As vacinas serão distribuídas até esta terça-feira. "Muitas dessas doses são para segunda dose, algumas já vêm para a chamada terceira dose, para cidadãos que tomaram a segunda dose há mais de seis meses e têm mais 70 anos".

A meta é terminar o mês com 100% da população paranaense acima dos 18 anos vacinada com pelo menos uma dose, mas Beto Preto lembra que muitas pessoas não tomaram nenhuma dose por opção própria. "Nessa conta há a necessidade de se levar em consideração que muitas pessoas não quiserem se vacinar, portanto, apesar de estarmos com quase 95%, tem o quantitativo de pessoas não foram tomar nem a primeira dose", disse o secretário. Segundo ele, os números nacionais indicam que entre 4% e 5% da população com mais de 18 anos não se vacinou.

continua após publicidade

Mais doses

Nesta segunda-feira (20), o Paraná recebeu mais 164.700 vacinas. São 450 doses da Janssen (que serão aplicadas como reforço para indígenas, pessoas com mais de 70 anos e imunossuprimidos de 18 a 59 anos) e 164.245 doses da Astrazenenca. No sábado (18) o Estado recebeu 363.800 vacinas Coronavac, e no domingo chegaram 348.660 doses da Pfizer/Biontech. Em uma semana, desde a segunda-feira (13), o estado recebeu um total de 1.568.300 doses.

A partir desta segunda-feira (20), a Secretaria de Estado da Saúde começa a distribuir para as Regionais de Saúde 209.430 doses da Pfizer (para segunda dose); 168.870 doses da Coronavac; 450 doses de reforço da Janssen; 49.140 doses de reforço da Pfizer (para idosos com mais de 70 anos vacinados há seis meses ou mais); 69.030 doses da Pfizer (para a população imunossuprimida; e 74.750 vacinas da Astrazeneca (segunda dose). No total, serão distribuídas 571.670 doses. 

continua após publicidade

O Paraná já aplicou 12.412.029 doses desde o início da vacinação. São 7.773.984 primeiras doses e 4.062.976 segundas doses, além de 322.270 doses únicas. Em todo o Estado, 8.720.953 pessoas com mais de 18 anos já receberam pelo menos uma dose da vacina, o que responde a 94,23% da população acima dessa idade.

Com informações, Bem Paraná

Tags relacionadas: #Beto Preto #PANDEMIA #vacina