Paraná

Avião pousa com uma hora de atraso em Maringá após problemas

Um avião com 68 passageiros enfrenta problemas para pousar no Aeroporto de Maringá, no norte do Paraná, na manhã desta quarta-feira (9)

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Avião pousa com uma hora de atraso em Maringá após problemas
fonte: Reprodução/ flightradar24

Um avião com 68 passageiros enfrentou problemas para pousar no Aeroporto de Maringá, no norte do Paraná, na manhã desta quarta-feira (9), confirmou o Corpo de Bombeiros. Conforme apurou a reportagem, o voo é da Azul e partiu de Curitiba às 8h30, com previsão de chegada em Maringá às 9h50. O avião só conseguiu pousar às 10h48.

continua após publicidade

Pelo site Flightradar 24 foi possível perceber que o avião deu várias voltas no céu de Maringá e região. Por causa do risco, equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram preparadas para fazer a prevenção e acompanhar a aterrissagem do avião. Nenhuma pessoa ficou ferida

O avião é do modelo ATR 72-600. A Azul Linhas Aéreas, através de uma nota, disse que a tripulação seguiu todos os procedimentos operacionais previstos e que está prestando a assistência necessária.  Um problema no painel do avião não teria indicado que o trem de pouso frontal estava acionado. O pouso de emergência só foi possível porque a torre de controle conseguiu visualizar que o equipamento estava funcionando.

continua após publicidade

Confira a nota: 

"A Azul informa que a aeronave que cumpriu o voo AD2733 (Curitiba-Maringá) apresentou uma indicação de problema técnico durante o procedimento de aproximação para pouso. Após a tripulação seguir os procedimentos operacionais previstos para este tipo de situação, o pouso do avião e o desembarque dos Clientes ocorreram em segurança e sem intercorrências. A Azul destaca que está prestando toda a assistência necessária, conforme previsto na resolução 400 da Anac, lamenta os aborrecimentos causados aos seus Clientes e reforça que medidas como essa são necessárias para garantir a segurança de suas operações."