Audiência discute revalidação de diplomas de médicos formados fora do País - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Paraná

Audiência discute revalidação de diplomas de médicos formados fora do País

Foto por Orlando Kissner
Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A Assembleia Legislativa do Paraná promove na próxima segunda-feira (24), às 9h30, uma audiência pública para discutir a revalidação de diplomas de profissionais da área médica que se formaram fora do País. A audiência “Revalidação dos Diplomas de Médicos Formados do Exterior” é uma proposta do presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior da Casa, deputado Emerson Bacil (PSL).

Bacil afirma que, desde 2017, o processo de revalidação dos diplomas não está ocorrendo. Segundo ele, os médicos formados no exterior participam do programa Mais Médicos, inclusive com especialização pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). O fato seria uma das prerrogativas para concluir a referida formação e, assim, requerer o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

No contato com os profissionais, o deputado teve a informação de que existem centenas deles já com grau de experiência referendada por atuarem no Programa Mais Médicos. “Este é um tema importante, recorrente, e que neste momento em que temos de priorizar a saúde, vejo como especial para o Paraná dar sua contribuição. São centenas de médicos que contam com essa revalidação para atuar na saúde pública do Estado”, diz o deputado. Ele pediu auxílio aos demais parlamentares para que o assunto seja tratado como uma questão de saúde pública.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), “para ter validade nacional, o diploma de graduação tem que ser revalidado por universidade brasileira pública, regularmente credenciada e mantida pelo Poder Público, que tenha curso reconhecido do mesmo nível e área ou equivalente. Primeiramente, é necessário entrar com um requerimento de revalidação em uma instituição pública de ensino superior do Brasil. De acordo com a regulamentação, apenas as universidades públicas podem revalidar diplomas.”

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Audiência discute revalidação de diplomas de médicos formados fora do País"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Todos os candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.