Paraná

Alunos paranaenses embarcam em intercâmbio para o Canadá

Dentre os 100 intercambistas, estão quatro estudantes do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Alunos paranaenses embarcam em intercâmbio para o Canadá
fonte: Geraldo Bubniak/AEN

Aconteceu, nesta quarta-feira (09), o embarque de 100 estudantes da rede estadual para um intercâmbio no Canadá, no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O governador Carlos Massa Ratinhos Junior este presente para prestigiar os alunos.

continua após publicidade

A viagem faz parte do programa Ganhando o Mundo, iniciativa da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR), que oferece a estudantes do Ensino Médio uma formação em instituições de ensino estrangeiras que tenham curso equivalente ao Ensino Médio no Brasil. Os jovens foram selecionados com base em um ranking de melhores notas entre as escolas do Estado.

Dentre eles estão quatro estudantes do Núcleo Regional de Educação (NRE), de Apucarana: Andrei, Diogo, Camila e Júlia, representando as cidades de Apucarana, Arapongas, Rio Bom e Novo Itacolomi. O estudante apucaranense Diogo Bettin Dutra dos Reis, de 15 anos, que a princípio iria para Nova Zelândia, é um dos integrantes que embarcaram para o Canadá, devido ao país inicialmente pensado para o intercâmbio não ter permitido a entrada, devido a pandemia de Covid-19.

continua após publicidade

O governador disse sobre o momento: “para nós é um motivo de muita alegria. Estamos começando com 100 alunos. Eles vão ficar seis meses no Canadá, vivendo, estudando, aprendendo inglês, conhecendo uma nova cultura, tendo a oportunidade de inspirar outros alunos e ajudar a sua família, sua escola e sua comunidade”.

Inicialmente, os estudantes desembarcam em São Paulo e, de lá, vão em diferentes voos para o Canadá. Os destinos finais são: Deer Lake, Gander e St. John’s, na província de Terra Nova e Labrador; Calgary, Edmonton e Medicine Hat, em Alberta; Winnipeg, em Manitoba; e Toronto, em Ontário.

“Cada estudante já está com a sua casa definida, com uma família cuidadosamente selecionada para cuidar deles. Eles vão acordar pela manhã, vão à escola, e à tarde têm a opção de realizar as atividades com a família ou passarem o tempo na escola”, explicou o secretário estadual de Educação, Renato Feder.

continua após publicidade

O intercâmbio terá duração de um semestre letivo e os estudantes retornam para cursar o segundo semestre em seus respectivos colégios. A ideia é que o programa tenha edições futuras e mande para o Exterior alunos de escolas de todas as regiões do Estado.

Os estudantes receberam e irão receber todo apoio do governo do Estado do Paraná. A Secretaria da Educação e do Esporte, forneceu um kit com roupas composto por bota e jaqueta específicas para o frio intenso do país. Além disso, o Estado arcou com todas as despesas como emissão de passaportes e vistos, exames médicos e vacinas, passagens aéreas e terrestres, transporte, hospedagem, seguro viagem e saúde, além dos custos relacionados à parte acadêmica, como taxa de matrícula, tradução juramentada da documentação escolar, mensalidade da escola, material didático e uniforme.

Os intercambistas também terão uma ajuda de custo mensal de R$ 800. Serão seis parcelas da bolsa-intercâmbio, sendo a primeira (bolsa-instalação) para cobrir despesas iniciais na chegada, e as demais repassadas mês a mês. A Seed/PR contratou uma empresa que ficou responsável por todo o auxílio aos estudantes e disponibilizará uma equipe para acompanhá-los durante a chegada ao país e auxiliá-los com os desafios do novo idioma.

continua após publicidade


Fonte: Agência Estadual de Notícias.

Tags relacionadas: #Canadá #intercâmbio #paraná