Paraná

Alunas de colégio cívico-militar denunciam importunação sexual

Os pais das alunas chamaram a Polícia Militar (PM) e foram para frente no colégio estadual

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Alunas de colégio cívico-militar denunciam importunação sexual
fonte: TV Carajás

O caso veio a público no início deste fim de semana, no Colégio Cívico-Militar Unidade Polo, na cidade Campo Mourão, após as alunas terem denunciado casos de importunação sexual para a direção da instituição. Os relatos são graves e em alguns deles os alunos abusadores teriam se masturbado dentro da sala de aula e ejaculado nas pernas de uma delas.

continua após publicidade

Em outros casos, os abusadores retiraram os órgãos genitais para fora quando se aproximavam das estudantes. As vítimas afirmaram ainda, que os abusadores as agarram, tocando nas partes íntimas.

Os pais das alunas chamaram a Polícia Militar (PM) e foram para frente no colégio estadual. O Conselho Tutelar de Campo Mourão foi acionado para acompanhar o caso. Um tumulto se formou no interior da instituição.

continua após publicidade

Ainda segundo os relatos, os adolescentes apontados como responsáveis pelos abusos foram colocados em uma sala do colégio para preservar a integridade física deles, já que além da presença dos pais, outros alunos passaram a ameaçá-los. A diretora da instituição disse que os casos estão sendo apurados desde o início da semana e que já existe um procedimento interno instaurado. 

A direção do Núcleo Regional de Educação determinou que a ouvidoria acompanhasse o caso, que disse ser muito grave. Toda a situação foi repassada para a Delegacia de Polícia Civil de Campo Mourão, para onde as alunas foram levadas e ouvidas. Os representantes do Conselho Tutelar disseram, ainda, que medidas de proteção estão sendo adotadas para dar segurança às vítimas dos abusos.

Com informações, GMC