Paraná

Alep cria comissão para acompanhar investigações de morte em Foz

As investigações sobre a morte do tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu serão acompanhadas por uma comissão de deputados estaduais

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline
Assembleia Legislativa cria Comissão para acompanhar investigação da morte do tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu
fonte: Sandro Nascimento/Alep
Assembleia Legislativa cria Comissão para acompanhar investigação da morte do tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Paraná anunciou, na tarde desta segunda-feira (11), a instalação de uma Comissão Parlamentar para acompanhar as investigações sobre a morte do guarda-municipal e tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu, Marcelo Arruda, ocorrida no sábado (09).

continua após publicidade

Arruda foi morto durante as comemorações de seu aniversário, com temática do Partido dos Trabalhadores e do ex-presidente Lula. O agente penitenciário federal, Jorge José da Rocha Guaranho, teria invadido o local falando palavras de apoio ao presidente Jair Bolsonaro e disparado contra o aniversariante. Guaranho também foi atingido por tiros e segue internado na UTI do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu.

A Comissão será composta pelos deputados Delegado Jacovós (PL) e Arilson Chiorato (PT) e também terá o acompanhamento do presidente da Comissão de Direitos Humanos e da Cidadania, deputado Tadeu Veneri (PT). “Os três ficam designados para acompanhar o processo investigatório em nome do Poder Legislativo”, disse o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSD).

GoogleNews

Siga o TNOnline no Google News