Facebook Img Logo
Mais lidas
Paraná

Polícia Civil faz balanço dos primeiros dias de atendimento

.

A Polícia Civil do Paraná iniciou no dia 21 de dezembro do ano passado os trabalhos preventivos relativos a Operação Verão Costa Leste 2017/2018 para atender da melhor forma os veranistas do litoral paranaense. As atividades abrangem os municípios de Guaratuba, Matinhos, Pontal do Paraná, Antonina e Morretes.

Entre os dias 21 e 31 dezembro a Polícia Civil registrou 229 Boletins de Ocorrência (Bo) de fatos criminosos, 33 Termos Circunstanciados, 18 inquéritos policiais instaurados e cerca de 72 flagrantes lavrados. Boletins Circunstanciados que envolvem menores de idade foram realizados em um total de 14. Um adolescente foi apreendido. Totalizando 367 ocorrências neste período.

Durante as ações neste período 75 pessoas foram presas e 150 conduzidas até as unidades policiais, um aumento de 23% e 42% respectivamente, comparado com o mesmo período do ano passado. Seguindo as diligências, quatro veículos foram apreendidos, bem como seis armas (entre de fogo e branca) e 18 munições também apreendidas. Até o momento a Polícia Civil apreendeu cerca de 1,5 quilos de drogas entre maconha, cocaína, crack e haxixe. 

Mesmo com o fluxo intenso de pessoas pelos balneários a Polícia Civil contabilizou a queda na incidência de crimes contra o patrimônio (roubo e furto) e aumento nas prisões em flagrante em comparação com a temporada anterior. “Tivemos uma queda de 26% nos crimes patrimoniais em relação ao ano anterior, bem como tivemos aumento de 38% de prisões em flagrante em razão do aumento das atividades preventivas das forças policiais”, disse o coordenador do Verão Paraná 2017/2018 pela Polícia Judiciária, delegado Miguel Stadler.

A Polícia Civil teve um reforço no efetivo para conduzir investigações e operações na região bem como, ações policiais urbanas, rurais, dentro dos balneários e pontos turísticos. “A expectativa é que possamos dar um bom atendimento para aqueles que procurem as unidades da Polícia Civil no litoral”, ressalta o delegado.

A região litorânea do estado conta com o reforço de 117 policiais entre delegados, investigadores, escrivães e papiloscopistas além de contar com o apoio dos policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Paraná

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber