Paraná

30 pessoas são flagradas dentro de boate e ganham multa de R$ 5 mil

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia 30 pessoas são flagradas dentro de boate e ganham multa de R$ 5 mil
fonte: Reprodução Banda B
30 pessoas são flagradas dentro de boate e ganham multa de R$ 5 mil

Trinta pessoas foram flagradas dentro de uma boate no início da madrugada deste sábado (6), no bairro Pinheirinho, em Curitiba. Entre os detidos – funcionárias e clientes. A dona do estabelecimento também foi levada para a delegacia.

continua após publicidade

A boate fica na rua Nicola Pelanda, em um local já bastante conhecido por constantes aglomerações . A denúncia teve acompanhamento da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU), que inicialmente não encontrou movimentação, nem carros estacionados. No entanto, com a negativa de abrir a porta para que agentes entrassem no local, houve a desconfiança.

A Polícia Militar (PM) foi acionada para arrombar a porta e a Polícia Civil, por meio da Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos (Demafe) acompanhou a situação. “Os policiais militares chegaram com bastante bravura, viram que exista sim aglomeração e conseguiu entrar para realizar o flagrante”, disse o delegado da Demafe, Luiz Carlos de Oliveira, em entrevista à Banda B.

continua após publicidade

Para ele, muitos curitibanos ainda não entenderam a gravidade da pandemia. “Lamentavelmente as pessoas não estão entendendo que vivemos em uma guerra, onde o inimigo não tem rosto, fardamento, nada, e está matando. As pessoas não estão acreditando nisso e as forças policiais unidas estão fazendo com que a população entenda que esse não é o momento de aglomeração”, criticou o delegado.

Todos eles serão indiciados por descumprir medida sanitária, o art. 268/2020. Os trinta frequentadores assinaram Termo Circunstanciado (TC) e foram liberados, em seguida. No entanto, todos terão de pagar a autuação administrativa, que chega a R$ 5 mil, conforme a lei municipal 15.799/2021. Já a dona do estabelecimento recebeu uma multa de R$ 50 mil por conta da aglomeração. Os valores serão cobrados por meio de dívida ativa com o município de Curitiba.

Tags relacionadas: #boate #Curitiba #multa