Paraná

Escola de Saúde recebe ferramenta de dimensionamento

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Escola de Saúde recebe ferramenta de dimensionamento
Escola de Saúde recebe ferramenta de dimensionamento

A Escola de Saúde Pública do Paraná recebe nesta segunda e terça-feira (29 e 30) o primeiro ciclo de capacitações da Oficina de Dimensionamento da Força de Trabalho na Atenção Básica de Saúde. Até agora, o sistema está implantado apenas em quatro estados do país.

continua após publicidade

A ferramenta é acessada pela própria equipe da unidade de saúde. Os profissionais inserem os dados da unidade, como número de médicos, número de pacientes e capacidade de atendimento, e podem criar estratégias para mudança de estrutura e de forma de trabalho.

A gestora pública do Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde do Ministério da Saúde, Ana Paula Schiavone, diz que a capacitação foi preparada com o objetivo de integrar os profissionais da saúde e auxiliar na rotina das unidades.

continua após publicidade

“A intenção da ferramenta de dimensionamento é fortalecer a gestão de trabalho e mudar sensivelmente o cotidiano dos profissionais e usuários públicos. Os servidores têm a autonomia de organizar seu próprio ambiente e perceber onde é necessária uma intervenção”, afirma Schiavone.

“A ferramenta só vem a somar com a Tutoria, que é o processo prioritário da Secretaria de Estado da Saúde para o apoio à gestão municipal e às equipes no fortalecimento da Atenção Primária à Saúde (APS). A iniciativa contribui com a normatização, padronização e produção de procedimentos centrados nas tecnologias leves, voltando mais a processos criativos e compartilhados, direcionados as necessidades em saúde”, relata Ana Lidia Lagner, coordenadora estadual da Tutoria na APS.

A chefe da Divisão de Saúde da Família da Superintendência de Atenção à Saúde da Sesa, Rosiane Aparecida da Silva, fala que a ferramenta ajuda na identificação e catalogação dos profissionais, remanejamento de gastos e contratação, além de auxiliar no funcionamento da unidade.

continua após publicidade

CURSO – Serão quatro módulos divididos entre palestras, atividades e coleta de dados. Neste primeiro encontro, participam cerca de 50 servidores estaduais, municipais, gestores e integrantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (Cosems/PR).

A enfermeira da Ubs de Artoga, na 15a Regional de Saúde – Maringá, Joisy Marchi, percebe que o programa vai ampliar seu rendimento no trabalho. “Estamos no início do aprendizado, mas a expectativa é muito boa. Já consigo apontar o que podemos fazer para melhorar no processo de trabalho, na dinâmica de atendimento e na qualificação da saúde do município”, acrescenta.