Mundo

Bebê é vendido por $500 para ajudar família no Afeganistão

Devido ao colapso econômico do Afeganistão, pais venderam seu bebê para poder alimentar o resto da família

Da Redação ·

Famílias afegãs estão vendendo seus filhos em uma tentativa desesperada por dinheiro, depois que a aquisição do Taleban acabou com os fundos estrangeiros que sustentavam a frágil economia do país.

continua após publicidade

A repórter da BBC, Yogita Limaye, viajou para um vilarejo fora de Herat no oeste do país, e falou com uma mãe que vendeu sua filha por US $500 para pagar a comida de seus outros filhos.

O comprador era um homem não identificado que alegou querer criar a garota para se casar com seu filho, mas não há garantia de suas intenções. Ele pagou adiantado $ 250, o suficiente para alimentar a família por alguns meses, e pagará o restante quando voltar para buscar o bebê "assim que ela puder andar".

continua após publicidade

'Meus outros filhos estavam morrendo de medo, então tivemos que vender minha filha', disse a mãe à BBC. 'Como posso não estar triste? Ela é minha filha. Eu gostaria de não ter que vender minha filha. '

O Afeganistão - um país empobrecido devastado por décadas de conflito e corrupção desenfreada - dependia da ajuda internacional para cerca de 40% de seu PIB, mesmo quando era governado por um governo sustentado pelo Ocidente.

Mas a pandemia de Covid, a seca, o colapso repentino de seu governo e a subsequente aquisição do Taleban há três meses, pioraram dramaticamente a situação, com o país agora à beira de um colapso econômico.

As informações são da BBC

Tags relacionadas: #mundo