Mais lidas

    Mundo

    Mundo

    Carregando mil cigarros de maconha, homem confunde carro de polícia com táxi e é preso

    © AP Photo/ Jeff Chiu
    Foto por Reprodução
    © AP Photo/ Jeff Chiu
    Escrito por REDAÇÃO
    Publicado em 29.12.2017, 11:36:00 Editado em 29.12.2017, 11:45:31
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Com pressa de chegar em casa, um homem da capital dinamarquesa, Copenhague, que carregava uma grande quantidade de maconha, entrou no que pensava ser um táxi, mas que na verdade era um carro de polícia estacionado.

    O fato inusitado aconteceu na noite da quarta-feira (20) no distrito de Christiania, na capital da Dinamarca. Segundo o site de notícias dinamarquês The Local, o traficante entrou no carro sem desconfiar que se tratava de um carro de polícia.

    "Ontem à noite, um traficante de maconha da região de Christiania queria chegar em casa rápido, então entrou em um táxi. Foi uma grande surpresa quando ele percebeu que tinha entrado em um carro de polícia", escreveu a polícia de Copenhague em no Twitter, acrescentando que "os policiais ficaram felizes em vê-lo, já que ele carregava cerca de 1.000 cigarros de maconha".

    Mais tarde a polícia informou que o traficante foi preso, corrigindo uma informação anterior de que ele apenas havia sido multado. 

    "Correção: A posse de 1.000 cigarros de maconha não dá multas, mas cadeia", escreveu a polícia em um segundo tweet.

    Fonte -sputniknews.com

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Mundo

    Deixe seu comentário sobre: "Carregando mil cigarros de maconha, homem confunde carro de polícia com táxi e é preso"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.