Atendimento é deficitário em bibliotecas - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Mundo Bizarro

 Atendimento é deficitário em bibliotecas
Foto por Sérgio Rodrigo
Escrito por Renan Vallim, especial para Tribuna do Norte
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

As Bibliotecas Cidadãs foram criadas pelo governo do Estado com a promessa de melhorar o acesso à cultura nas cidades do interior. Porém, algumas unidades não estão atingindo os objetivos. Os moradores de Califórnia tiveram que esperar 25 dias para utilizar a biblioteca, inaugurada pelo governador Roberto Requião no dia 14 de janeiro. Já em Cambira, os livros não podem ser emprestados, e a sala que oferece acesso à internet está fechada.


A Biblioteca Cidadã de Califórnia entrou em funcionamento na última segunda-feira. “O prédio não abriu por causa das férias. Abrimos junto com a volta às aulas”, explica a secretária de educação do município, Neila Maria Fornel Sinkoc. Na época da inauguração, o governador Requião ressaltou que o acervo era voltado a toda a população da cidade.


Neila destaca que colocou um carro de som para avisar a população sobre a biblioteca, já que a procura foi mínima.


Trinta dias. Esse é o tempo previsto para que os usuários da Biblioteca Cidadã de Cambira possam começar a levar os livros para casa. Quem afirma é a responsável pela biblioteca, Juliana Candido da Silva.


“Estamos fazendo o registro dos livros. Sem esse registro, não podemos fazer empréstimos”, explica Juliana. A Biblioteca Cidadã de Cambira foi inaugurada no dia 20 de janeiro.


Além de serem obrigados a lerem dentro da biblioteca durante o horário de funcionamento, o espaço destinado ao acesso à internet está fechado. De acordo com Juliana, o telecentro só será aberto à população após a funcionária responsável passar por um treinamento em Curitiba. O treinamento só deve acontecer depois do feriado de carnaval.
Wania Jaqueline Franco, diretora da Escola Municipal Monteiro Lobato, que fica ao lado da biblioteca, destaca a importância da obra para a escola. “A biblioteca vem ao encontro das nossas necessidades. É um ambiente que vai ajudar muito, tanto alunos quanto professores”, afirma ela.


Adriana da Costa, professora da mesma escola, diz que a situação da biblioteca é um problema. “Entendemos que o registro dos livros precisa ser feito, mas é uma pena que uma obra tão importante esteja desse jeito”, afirma Adriana.


Já a secretária de Cultura de Cambira, Dóris Lucas, destaca que a liberação do telecentro também depende que os técnicos do governo do Estado desbloqueiem os computadores, atualmente apenas com acesso à página institucional do governo estadual.


“Coloquei quatro funcionários na biblioteca, inclusive um pedagogo, tal a importância que damos à essa biblioteca, mas nem tudo depende do município para acontecer”, afirma ela.


Segundo a secretária, uma série de projetos serão desenvolvidos na Biblioteca, inclusive cursos de informática para alunos da rede municipal.
 


Unidades devem
chegar a 310 cidades


Criada em 2004 pela Secretaria de Estado da Cultura, A Biblioteca Cidadã é hoje o maior projeto de construção de bibliotecas públicas do País, oferecendo às regiões mais pobres um equipamento cultural que promove a democratização do conhecimento. O objetivo do governo do Estado é levar unidades a 310 municípios paranaenses. A edificação concentra, no mesmo espaço, acervo inicial de quase 2 mil livros e um telecentro, com cinco computadores com acesso à internet, e salão comunitário, espaço cívico e de recreação.


O projeto é tocado em parceria entre Estado e prefeituras. O Governo constrói um prédio de 184 metros quadrados, sobre terreno oferecido pela prefeitura. A qualificação pessoal destes espaços é feita com um treinamento da Biblioteca Pública do Paraná para os funcionários de cada município atendido. Essa ação conjunta estreita, ainda mais, a importante parceria de entre a estrutura pública estadual e municipal.


O orçamento previsto para cada biblioteca completa (edificação, acervo, equipamento e treinamento de pessoal) é de R$ 312 mil. O acervo inicial, de dois mil livros, contempla todos os gêneros literários com grandes autores da literatura nacional e estrangeira. l Agência Estadual
 

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Atendimento é deficitário em bibliotecas"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.

Mais Notícias