Golfinhos australianos usam toxina de baiacus para ficarem chapados - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Mundo Bizarro

Golfinhos australianos usam toxina de baiacus para ficarem chapados

GOLFINHO E BAIACU (FOTO: MANDURAH DOLPHIN RESEARCH PROJECT)
Foto por
Escrito por REDAÇÃO
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Que golfinhos são fofos, inteligentes e amigáveis todo mundo já sabe. No entanto, há uma outra característica desse bicho que era desconhecida até então: ele gosta de ficar doidão.

É isso que constaram pesquisadores da Universidade de Murdoch, na Austrália, em um novo estudo durante o qual analisaram golfinhos da costa australiana, no estuário de Leschenault.

Em muitos momentos, alguns golfinhos jovens foram avistados segurando baiacus pela boca – tipo de peixe que possui uma toxina chamada tetrodotoxina presente em grande parte de seu corpo.

A tetrodotoxina é uma potente neurotoxina que bloqueia a ação dos nervos. Se consumida, ela pode ser mortal aos predadores do peixe, até para nós, humanos.

O documentário Dolphins – Spy in the Pod, do canal BBC, traz algumas cenas de golfinhos ‘mastigando’ baiacus e passando o peixe entre si, de forma que todos tenham a experiência.

De acordo com o documentário, pequenas doses de tetrodotoxina têm um efeito narcótico no corpo, de forma que os golfinhos estariam utilizando a toxina como um uso recreacional de uma droga. Porém, há quem diga, na comunidade científica, que o ato só possibilita que os animais fiquem com sensação de dormência, e não se sentam ‘altos’.

Fonte- revistagalileu.globo.com


Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Golfinhos australianos usam toxina de baiacus para ficarem chapados"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Mais Notícias