Mais lidas

    Mundo Bizarro

    Mundo Bizarro

    Google desenvolve mecanismo para prever a morte

    Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa
    Foto por Reprodução
    Escrito por DA REDAÇÃO
    Publicado em 28.02.2018, 12:21:00 Editado em 01.03.2018, 09:21:28
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A Empresa DeepMind, uma subsidiária da Google para inteligência artificial (IA), está desenvolvendo uma IA que seja capaz de detectar possíveis mudanças no estado de saúde dos pacientes de hospitais, com possibilidade até de prever o momento da morte de forma detalhada. A informação foi divulgada no site da empresa Google.

    Especialistas da DeepMind, em conjunto com o Departamento de Assuntos de Veteranos dos EUA, analisaram registros médicos de aproximadamente 700 mil antigos militares e esperam que a IA consiga identificar com precisão fatores de risco para pacientes sofrendo de Insuficiência Renal Aguda (IRA) ou de pneumonia.

    A pesquisa se foca nestas duas doenças porque se iniciam de repente e muitas vezes sem sintomas. A IRA pode afetar pessoas de qualquer idade, ocorrendo em muitos casos após operações como substituição de quadril, segundo o blog da Google.

    Especialistas acrescentam que 11% de todas as mortes em hospitais se devem a agravamento do estado do paciente que não foi identificado a tempo ou tratado corretamente.

    A inteligência artificial que a DeepMind está desenvolvendo ajudará os médicos e enfermeiras a intervir mais cedo e reduzir o número de erros médicos causados pelo chamado "fator humano".

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Mundo Bizarro

    Deixe seu comentário sobre: "Google desenvolve mecanismo para prever a morte"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.