Mundo Bizarro

Cientistas desvendam segredo da mudança de cor dos camaleões

Da Redação ·
Camaleão macho da espécie Furcifer pardalis fotografado em Madagascar (Foto: Michel C. Milinkovitch/www.lanevol.org/Divulgação)
Camaleão macho da espécie Furcifer pardalis fotografado em Madagascar (Foto: Michel C. Milinkovitch/www.lanevol.org/Divulgação)

Pesquisadores suíços descobriram como os camaleões conseguem trocar de cor: os cristais existentes dentro de suas células cutâneas se reorganizam em diferentes formas.

continua após publicidade

Acreditava-se, até então, que a famosa habilidade do camaleão vinha de coletar ou dispersar pigmentos coloridos dentro de diferentes células. Mas a nova pesquisa afirma que a coloração mutante vem de uma seleção de cristais.

Além disso, o animal tem uma segunda camada de células, que refletem luz e parecem ajudar o animal a resfriar seu corpo. Répteis produzem suas cores de duas formas: têm células repletas de pigmentos de cores quentes ou escuras, mas azuis mais claros e brancos vêm da luz refletida em elementos físicos, como esses cristais - são as chamadas "cores estruturais". Essas cores também podem ser mescladas: um verde vibrante pode surgir de um azul coberto de pigmento amarelo. Camaleões macho podem mudar completamente de cor, quando veem um parceiro em potencial ou um advers

continua após publicidade

ário. Publicado no periódico "Nature Communications", o estudo é uma colaboração ente físicos quânticos e biologistas da evolução na Universidade de Genebra. Primeiro, eles perceberam que não havia células de pigmento amarelo ou vermelho que pudessem explicar as trocas de cor no animal. Os cientistas acabaram percebendo que cristais dentro de células específicas formavam padrões bastante regulares - criando cores.