Mundo Bizarro

Co-fundador da Microsoft diz ter achado destroços de navio 

Da Redação ·

Paul Allen, co-fundador da Microsoft, disse ter encontrado os destroços do encouraçado com maior poder de fogo da História, um navio japonês afundado na Segunda Guerra Mundial pela Marinha americana em frente à costa das Filipinas.

continua após publicidade

O multimilionário publicou fotos e vídeos na internet de supostas partes do "Musashi", detectado na segunda-feira (2) por um robô a bordo do "Octopus", o iate de Allen consagrado à exploração e à pesquisa científica. O fragmento do navio repousa a uma profundidade de um quilômetro no mar de Sibuyan, no centro do arquipélago filipino, palco de uma das grandes batalhas navais da guerra do Pacífico em 1944. "Descanse em paz a tripulação do Musashi, 1.023 vidas se perderam" no bombardeio do navio lançado pelos Estados Unidos em 24 de outubro de 1944, escreveu Allen no Twitter. O encouraçado, que leva o crisântemo do selo imperial japonês, estava equipado com nove canhões de 460 mm, o maior poder de fogo disposto em um navio de guerra por um canhão convencional.