Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Maringá

Índice de infestação da dengue cresce e deixa Maringá em alerta

.

Índice de infestação da dengue cresce e deixa Maringá em alerta - Foto: Arquivo
Índice de infestação da dengue cresce e deixa Maringá em alerta - Foto: Arquivo

O índice médio de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, aumentou para 3,2% em Maringá. Este foi o quarto e último levantamento de infestação realizado este ano no município do Norte do Paraná. 

O resultado de 3,2% está bem acima do preconizado pela Organização Mundial de Saúde, que é de 1%, e põe Maringá em situação de médio risco para a dengue, mas há cinco áreas em condição crítica e com alto risco para infestação da doença, conforme fontes da Saúde Pública. Desde janeiro, 1.260 pessoas foram diagnosticadas com dengue em Maringá.A maior parte dos focos do mosquito foi encontrada no lixo dentro das residências, com 49,3%; seguido por barris e tinas da construção civil (23,7%); e vasos de planta (18,4%).

O levantamento, realizado entre os dias 23 e 27 de novembro, mostra que há 14 áreas de médio risco para a dengue em Maringá e somente uma de baixo risco. Apenas a região central é considerada de baixo risco, com índice de infestação em 0,4%. Não há nenhum bairro livre do mosquito transmissor na cidade.


As informações são de odiario.com

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Maringá

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber