Polícia recupera 140 t de soja desviadas; empresário de Apucarana está entre detidos - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Maringá

Polícia recupera 140 t de soja desviadas; empresário de Apucarana está entre detidos

Investigações duraram várias semanas e foram realizadas em várias regiões do interior do Estado Foto: Wilson Kirsche/RPC
Foto por
Escrito por DA REDAÇÃO
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

A Polícia Civil do Paraná divulgou nesta sexta-feira (22) resultado de operações durante as quais foram recuperadas 140 toneladas de chapas de aço e soja desviadas de Santa Catarina e Maringá (norte do Paraná). Quinze pessoas acabaram detidas em duas operações diferenciadas de combate a desvio de cargas deflagradas pela Polícia Civil de Maringá em conjunto com a Polícia Civil de Cascavel, Apucarana e Campo Mourão.  Conforme investigadores, entre as pessoas presas está um empresário de Apucarana (norte do Estado), cujo nome não foi divulgado.

Em uma das ações policiais foram recuperadas 70 toneladas de soja desviadas de uma empresa de Maringá.  Em uma segunda ramificação da operação, a polícia recuperou 70 toneladas de chapas de aço de liga especial desviadas de uma empresa de Santa Catarina (SC). De acordo com investigadores, entre os detidos estão empresários de Maringá, Santa Mariana, Toledo, Cascavel e Apucarana. Os suspeitos foram indiciados por receptação e outros ainda por associação criminosa. Eles foram liberados após pagamento de fiança. 

O delegado-chefe da 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá, Osmir Ferreira Neves, e responsável pelo comando da operação, detalhou que as investigações duraram várias semanas e foram realizadas em várias regiões do interior do Estado com objetivo de localizar e prende pessoas ligadas diretamente ao desvio de cargas e os receptadores.  

CHAPAS DE AÇO
Segundo a polícia, um dos bandos tinha como alvo de suas ações produtos siderúrgicos, enquanto outra era especializada em desvio de grãos destinados para exportação, indústrias e cooperativas. A Polícia Civil frisou ainda que apenas de uma empresa catarinense os criminosos desviaram cerca de um R$1,3 milhão em chapas de aço de alta resistência utilizadas para a fabricação de gruas, carros-fortes, pás de máquinas pesadas e outros equipamentos. 

Parte de uma das cargas desviadas, avaliada em torno de R$ 600 mil, foi encontrada em cinco empresas de Maringá e região. Nove empresários foram detidos e indiciados pela prática do crime de receptação. Os nomes não foram divulgados pela polícia.

SOJA 
Em outra operação simultânea, a Polícia Civil de Maringá identificou outra quadrilha responsável pelo desvio de 70 toneladas de soja de uma empresa de Maringá. Seis pessoas acabaram detidas, entre as quais o balanceiro da empresa, que simulava o descarregamento de grãos nos depósitos da firma.  

A carga de produto siderúrgico acabou localizada em uma carreta e em um bitrem que estavam estacionadas em um posto de combustíveis no município de Engenheiro Beltrão, entre Maringá e Campo Mourão. 

Seis pessoas foram detidas e indiciadas por receptação e associação criminosa, mas também não tiveram nomes divulgados. Agora policiais civis tentam achar outra carga de 27,5 toneladas de soja desviadas, dia 8 de junho, de uma cooperativa de Campo Mourão. A carga seria levada para uma indústria em Paranaguá. O proprietário do veículo de carga já foi identificado.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Polícia recupera 140 t de soja desviadas; empresário de Apucarana está entre detidos"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Candidatos

Não encontramos candidatos com o filtro selecionado.

Mais Notícias