Maringá

Colégio maringaense continua ocupado por estudantes

Da Redação ·
Estudantes do Colégio Presidente Kennedy juntam-se à ocupação (Foto: Página "Colégio Gerardo Braga Ocupado")
Estudantes do Colégio Presidente Kennedy juntam-se à ocupação (Foto: Página "Colégio Gerardo Braga Ocupado")

Nesta sexta-feira (20) faz três dias que o colégio estadual maringaense, Dr. José Gerardo Braga está ocupado por estudantes. Atualmente, 350 estudantes estão no colégio. Destes, 270 são alunos de outros colégios, que juntaram-se à ocupação para apoiar os estudantes do Gerardo Braga.

continua após publicidade

A ocupação começou na última quarta-feira (18), tendo como principal reivindicação a instalação de uma Comissão de Inquérito Parlamentar (CPI) para investigar o atraso e a má qualidade da merenda distribuída pelo governo paranaense. Os alunos também pedem a continuidade da Operação Quadro Negro, que investigava desvios de verba destinada à educação.

Colégio maringaense continua ocupado por estudantes fonte: Reprodução
continua após publicidade

A manutenção e as refeições estão sendo preparadas pelos alunos, com o apoio de voluntários. Todos os alimentos vieram de doações da comunidade. Os estudantes desenvolveram uma nova programação para o colégio. As atividades envolvem, palestras, debates e atividades culturais.

De acordo com os estudantes, não há a pretensão de desocupar o colégio antes de suas reivindicações serem atendidas. O próximo passo do movimento seria a ocupação de outros colégios que enfrentam os mesmos problemas de infraestrutura do Gerardo Braga. 

A manifestação recebeu o apoio de diversas entidades estudantis como a União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (Upes), União Nacional dos Estudantes (UNE) União Municipal dos Estudantes Secundaristas de São Paulo (Umes). Outras entidades como a APP-Sindicato e o Conselho Tutelar de Maringá também expressaram apoio ao protesto dos estudantes.

continua após publicidade

Qualquer um que quiser acompanhar ou apoiar as atividades dos estudantes, pode entrar em contato pela página "Colégio Gerardo Braga Ocupado", administrada pelos alunos.

Alunos dos seguintes colégios maringaenses juntaram-se aos estudantes do Gerardo Braga na ocupação:

Colégio Estadual Presidente Kennedy, que em apoio à ocupação suspendeu suas atividades.

continua após publicidade

Colégio Estadual Silvio Magalhães Barros.

Colégio Estadual João XXIII

continua após publicidade

Colégio Estadual Adaile Maria Leite.

Colégio Estadual Tomaz Edison de Andrade Vieira.

Colégio Estadual Dr. Gastão Vidigal.

Colégio de Aplicação Pedagógica da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Colégio Estadual Alberto Jackson Byington Júnior.