Saúde oferece exame não invasivo para portadores de hepatite C - TNOnline
Mais lidas

    Maringá

    Maringá

    Saúde oferece exame não invasivo para portadores de hepatite C

    Saúde oferece exame não invasivo para portadores de hepatite C  Foto:Divulgação
    Foto por Reprodução
    Escrito por Assessoria de imprensa da prefeitura
    Publicado em 26.09.2015, 18:27:00 Editado em 27.04.2020, 19:56:17
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    A Secretaria de Saúde, em parceria com a Sociedade Brasileira de Hepatologia (SBH), está realizando um trabalho com os portadores da Hepatite tipo C. Até o dia 30 de setembro pacientes do ambulatório de hepatites de Maringá e da região utilizarão um novo equipamento para a avaliação de fibrose hepática, o Fibroscan.

        Semelhante a um aparelho de ultrassonografia, o Fibroscan faz a medição de ondas emitidas entre dois pontos do fígado, avaliando o grau de fibrose do órgão. Esse procedimento evita que o paciente tenha que passar por uma biópsia invasiva, com a inserção de agulha e a retirada de pequenos pedaços do fígado para análise.  

        O aparelho, disponibilizado pela SBH, passa por todo o Brasil realizando os exames. No Paraná as bases de atendimentos serão Curitiba, para as regiões leste e sul, e em Maringá, para todo norte e oeste do Estado. A realização do exame em Maringá é possível pois a Sociedade de Hepatologia realizou um treinamento para dois profissionais para operarem o equipamento.      

    Aline Satie Oba, hepatologista do ambulatório de hepatites de Maringá, foi escolhida para realizar o treinamento e operar o Fibroscan nos exames realizados na região. Profissional experiente e conceituada pela Sociedade Brasileira de Hepatologia, Aline já realizou mais de 100 exames no período de 9 dias, atendendo pacientes de Maringá, Paranavaí, Cambé, Campo Mourão, entre outros 32 municípios.    

    A secretária de Saúde, Carmen Inocente, se mostra muito satisfeita com o ganho do paciente com o projeto. “Com o Fribroscan o paciente se livra dos riscos de uma biópsia e sai do consultório com o resultado nas mãos, pronto para continuar seu tratamento. É um grande avanço”, explica.   

       A hepatite C é causada pelo vírus VHC transmitido principalmente por sangue contaminado. A infecção pode também ser transmitida pelo contato sexual e por via perinatal (da mãe para filho) sobretudo durante a gravidez e o parto. Outras formas de contaminação são pelo compartilhamento de seringas, agulhas ou de instrumentos para manicure, pedicure, tatuagem e colocação de piercing. Na maior parte dos casos, a doença é assintomática.   

       Nos casos agudos da doença, que antecede a forma crônica, os sintomas podem ser mal-estar, vômitos, náuseas, pele amarelada (icterícia), dores musculares, perda de peso e muito cansaço. Ascite (barriga d′água) e confusão mental podem ser sinais de que a doença atingiu estágios mais avançados. Em geral, a maioria dos portadores só percebe que está doente anos após o contato com o vírus, quando apresenta um quadro grave de hepatite crônica com risco de desenvolver complicações, como cirrose, câncer no fígado e insuficiência hepática.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Maringá

    Deixe seu comentário sobre: "Saúde oferece exame não invasivo para portadores de hepatite C"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.