Mais lidas

    Maringá

    Maringá

    Estado garante aparelho de ressonância magnética à Santa Casa 

    O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, confirmou neste sábado (29) o repasse de R$ 3,1 milhões para aquisição de um aparelho de ressonância magnética para a Santa Casa de Maringá. Maringá, 29/08/2015. Foto: Divulgação SESA
    Foto por Reprodução
    Escrito por AEN
    Publicado em 29.08.2015, 19:32:00 Editado em 27.04.2020, 19:57:03
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, confirmou neste sábado (29) o repasse de R$ 3,1 milhões para aquisição de um aparelho de ressonância magnética para a Santa Casa de Maringá. O equipamento vai garantir um atendimento mais ágil e qualificado, pois evitará que os pacientes do hospital tenham que ser deslocados para ter acesso ao exame.De acordo com Caputo Neto, o investimento faz parte da estratégia de fortalecimento da Rede Paraná Urgência, que destina recursos para custeio, obras e equipamentos a hospitais de referência no Estado. "É um reconhecimento ao trabalho de excelência desenvolvido pela Santa Casa, uma entidade filantrópica que presta serviços ao SUS. Quem ganha com isso é a população dos 30 municípios da região, que terá à disposição uma estrutura ainda mais moderna", afirmou.O aparelho será instalado em um novo prédio, anexo ao serviço de imagens já existente. 

    O novo bloco está com as obras bem adiantadas e terá quatro andares, permitindo a criação de um serviço de hemodinâmica, que também contará com o apoio do Governo do Estado na compra de equipamentos.Segundo o superintendente administrativo da Santa Casa, José Pereira, a obra deve ser concluída até o final do ano e ampliará a retaguarda de atendimento do hospital. "Se todo o processo licitatório transcorrer dentro da normalidade, queremos inaugurar o serviço de ressonância magnética até dezembro", disse.Para a secretária municipal de Saúde de Maringá, Carmem Inocente, a incorporação de um aparelho de ressonância magnética à estrutura da Santa Casa também terá reflexos positivos na fila de espera por exames ambulatoriais. 

    "Com isso, poderemos, em breve, reduzir o tempo de espera por esse exame de alta complexidade", ressaltou.Atualmente, a Santa Casa de Maringá funciona com 250 leitos – 150 destinados exclusivamente a pacientes do SUS. Destes, 24 são de UTI Adulto e 11 de UTI pediátrica e neonatal.

    Além disso, o hospital mantém outros cinco leitos especializados em Cuidados Intermediários Neonatais.Esta estrutura fez com que a Santa Casa se tornasse referência para as Redes Paraná Urgência e Mãe Paranaense. Por conta disso, a unidade recebe recursos mensais de custeio do Governo do Estado, o que auxilia na manutenção das atividades.Durante a solenidade, Caputo Neto também anunciou investimentos para o Hospital Metropolitano de Sarandi. O governo estadual vai entregar um tomógrafo de última geração ao hospital, atendendo uma reivindicação antiga da diretoria da unidade.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Maringá

    Deixe seu comentário sobre: "Estado garante aparelho de ressonância magnética à Santa Casa "

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.