Maringá

​Projeto prevê que imobiliárias de Maringá devem esclarecer atividades permitidas ao locar imóveis

Da Redação ·
O projeto foi elaborado pelo vereador Odair Fogueteiro (foto, PMN)
O projeto foi elaborado pelo vereador Odair Fogueteiro (foto, PMN)

Os vereadores de Maringá votarão na sessão desta terça, 7, projeto do vereador Odair Fogueteiro (foto, PMN) que torna obrigatório que imobiliárias informem em banners, cartazes, placas e faixas as atividades comerciais permitidas nos imóveis para locação sob sua responsabilidade.

continua após publicidade

As penalidades para quem descumprir a lei variam de advertência a multa de R$ 1 mil a cada nova constatação da infração. Com informações de Maringá news.

Em primeira discussão será votado projeto do vereador Carlos Eduardo Saboia Gomes (PMN) que torna obrigatória a instalação de gerador ou fonte alternativa de energia elétrica em boates e casas de shows com capacidade acima de 300 pessoas. O gerador deverá ser capaz de atender todas as necessidades dos estabelecimentos em caso de falha no fornecimento de energia elétrica.

continua após publicidade

O projeto do Executivo que acrescenta o Clube Atlético Alvorada entre as entidades que a administração está autorizada a firmar convênios, acordos, ajustes e termos de cooperação, que chegou a ser retirado de pauta, volta para ser votado em primeira discussão.

Também em primeira discussão, projeto do vereador Luiz Pereira (PTC) denomina Messias Borges de Souza a rua 31.061, na Zona 31. Em discussão única os vereadores irão votar 14 requerimentos.