Mais lidas

    Londrina

    Londrina

    Reitora da UEL reafirma envio de dados para o Meta4

    Reitora da UEL reafirma envio de dados para o Meta4
    Foto por Reprodução
    Escrito por REDAÇÃO
    Publicado em 26.01.2018, 17:39:00 Editado em 26.01.2018, 16:40:07
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Em reunião na Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, nesta sexta-feira (26), a reitora da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Berenice Jordão, reafirmou o envio dos dados necessários para o processamento da folha dos servidores da instituição garantindo o pagamento dos salários de janeiro e dando início à migração para o sistema RH Paraná Meta4.

    O encontro teve a presença dos secretários estaduais da Administração e da Previdência, Fernando Ghignone; da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes; e da Comunicação Social e Chefia de Gabinete, Deonilson Roldo, além de representantes das Secretarias da Fazenda e do Planejamento, da Procuradoria Geral do Estado, e assessores da Universidade.

    “A maior preocupação da Universidade é que não haja comprometimento do pagamento de janeiro e dos subsequentes, porque são cinco mil famílias dependendo disso”, afirmou a reitora. Ainda há documentos a serem apresentados pela UEL até o início da próxima semana para que os valores sejam depositados em 31 de janeiro.

    Fernando Ghignone disse que o Estado vem, há mais de um ano, alertando sobre os riscos e pedindo aos reitores a documentação para implantação da folha de pagamento no sistema estadual. Com o recebimento agora de parte dos documentos da UEL, os servidores estão empenhados no processamento para não haver atraso.

    Ghignone lamentou que a reitoria da Universidade Estadual de Maringá (UEM) seja a única a não responder de forma satisfatória até agora, o que poderá causar problemas para o pagamento dos servidores daquela instituição.

    Segundo o secretário, o Sistema Integrado de Finanças Públicas do Estado do Paraná, conhecido como Novo Siaf, que passou a funcionar este mês, não prevê outra solução para controle de execução orçamentária e financeira de pessoal do Estado que não seja o RH Paraná Meta4. “Não existe forma de fazer pagamento sem a adesão ao programa Meta4”, afirmou. O Novo Siaf responde a parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal e a integração com o Meta4 é exigência da Lei de Diretrizes Orçamentária.

    O secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior acentuou que tem falado com o reitor da UEM para que haja a mesma compreensão das outras universidades sobre a necessidade de adesão ao Meta4, base dos dados de pessoal no Novo Siaf. “Esperamos que haja o engajamento da UEM para que a gente possa solucionar definitivamente essa questão para todas as universidades”, afirmou João Carlos Gomes.

    A reitora da UEL disse que vem acompanhando o desenvolvimento do novo sistema de controle orçamentário e financeiro do Estado, que prevê a base do Meta4 para processamento da folha. “Precisa de um período de bastante entendimento entre as partes para que funcione perfeitamente”, destacou.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Londrina

    Deixe seu comentário sobre: "Reitora da UEL reafirma envio de dados para o Meta4"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.